Com a aceleração da vacinação as coisas, aos poucos, voltam ao normal. A LATAM Brasil retoma neste mês, 75% da oferta de assentos da sua malha doméstica, e passa dos atuais 310 voos diários para 418 .Se comparado com julho de 2020, a oferta é hoje três vezes maior.

No Rio de Janeiro, a companhia aérea começa a operar voos diários nas rotas Galeão-Maceió e Galeão-Natal, além de 12 voos semanais na rota Galeão-Recife. O aeroporto também terá ampliação nas operações da LATAM com destino a Guarulhos (de 18 para 26 voos semanais).

Já no Santos Dumont, a LATAM está ampliando agora em julho as operações deste aeroporto para Congonhas (de 47 para 71 voos semanais), Guarulhos (de 40 para 45 voos semanais), Belo Horizonte (de 3 para 5 voos semanais), Vitória (de 5 para 10 voos semanais) e Porto Alegre (de 9 para 12 voos semanais).

Os dados acima refletem a retomada sustentável da operação brasileira da companhia, que está mais otimista com o avanço do processo de vacinação e com os sinais de recuperação da economia. A expectativa é que, até o final deste ano, a LATAM retome 100% da oferta de assentos no doméstico que tinha na pré-pandemia”, explica Diogo Elias, diretor de Vendas e Marketing da LATAM Brasil.

Ao todo, Latam voa para 44 destinos no Brasil, o mesmo número antes da pandemia. São eles: São Paulo (Congonhas), São Paulo (Guarulhos), Brasília, Fortaleza, Florianópolis, Belo Horizonte (Confins), Curitiba, Rio de Janeiro (Galeão), Rio de Janeiro (Santos Dumont), Campo Grande, Cuiabá, Belém, Porto Alegre, Aracaju, Salvador, Ilhéus, Porto Seguro, Recife, Maceió, Vitória, Natal, Foz do Iguaçu, Navegantes, Manaus, Goiânia, Londrina, João Pessoa, Teresina, São Luís, Uberlândia, Rio Branco, Imperatriz, Palmas, Maringá, Porto Velho, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Boa Vista, Marabá, Macapá, Joinville, Santarém, Jaguaruna e Chapecó.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui