LATAM não terá mais voos diretos do Rio para Miami e Orlando

Má notícia para o carioca que gosta de tirar férias em Miami ou Orlando, especialmente para os mais abastados que tem residência na Flória. A LATAM anunciou hoje, 23/12, o fim dos voos diretos da empresa que partem do Rio de Janeiro (GIG) para Miami e Orlando a partir de Abril/2019. É o que informa o site Passageiro de Primeira.

Em comunicado, o grupo LATAM diz que a partir de 16 de fevereiro de 2019 a rota Rio de Janeiro/Galeão-Orlando terá redução de 5 para 4 frequências semanais, enquanto a rota Rio de Janeiro/Galeão-Miami terá redução de 7 para 4 frequências semanais. Já a partir de 1º de abril de 2019, ambas as rotas estarão canceladas.



A LATAM ficará apenas com 4 destinos internacionais direto do Galeão, todos na América do Sul:Santiago, Buenos Aires/Ezeiza, Lima e Montevidéu. O Rio assim fica apenas com a American Airlines operando voos diretos para Miami, e sem nenhum para Orlando. Triste notícia para a cidade.

De acordo com Gabriel França,  diretor comercial e corporativo da concessionária da RioGaleão: “A Latam tomou uma decisão estratégica de definir Grarulhos como HUB internacional e vem implementando essa estratégia nos últimos anos. Apesar disso o volume de passageiros internacionais do Galeão cresceu todos os anos e estamos otimistas para 2019.

Leia o comunicado do grupo Latam:

O Grupo LATAM Airlines está constantemente atento a todas as oportunidades de rotas sustentáveis e segue fortalecendo a sua rede de destinos internacionais para seguir como o grupo de companhias aéreas que mais conecta a América do Sul e a sua região com outras partes do mundo.

Neste sentido, a companhia acaba de promover alterações em suas operações no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

A partir de 16 de fevereiro de 2019, a rota Rio de Janeiro/Galeão-Orlando terá redução de 5 para 4 frequências semanais, enquanto a rota Rio de Janeiro/Galeão-Miami terá redução de 7 para 4 frequências semanais. Já a partir de 1º de abril de 2019, ambas as rotas estarão canceladas.

A companhia já está em contato com os passageiros de voos impactados por essas alterações, para que possam reprogramar as suas viagens sem custos. Todos os clientes da LATAM interessados em viagens entre o Rio de Janeiro e as cidades de Orlando e Miami seguem contando com opções de voos com escalas em São Paulo/Guarulhos.

Para mais informações e reprogramação de voos, os clientes também podem entrar em contato com a companhia por meio da Central de Vendas, Informações, Fidelidade e Serviços (4002-5700 para capitais / 0300-570-5700 para demais cidades) ou ainda procurar qualquer loja da LATAM.

O Grupo LATAM Airlines manterá suas outras operações regulares no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. A companhia está sempre atenta às necessidades dos seus clientes para iniciar, ampliar ou adequar as suas operações, e avalia constantemente os seus voos conforme a demanda de cada região.

Desta forma, a LATAM segue servindo o Rio de Janeiro e operando voos diretos a partir do Galeão para 4 destinos no exterior (Santiago, Buenos Aires/Ezeiza, Lima e Montevidéu), além de operações sem escalas entre a capital fluminense e outras 12 cidades brasileiras.

Recentemente, o Grupo LATAM anunciou novas operações internacionais temporárias do verão 2019 a partir do Brasil. É o caso das rotas Rio de Janeiro-Montevidéu, Rio de Janeiro-Buenos Aires e Rio de Janeiro-Santiago, que serão reforçadas com operações adicionais entre janeiro e março de 2019.

Em 2018, o Grupo LATAM Airlines começou a operar 27 novas rotas internacionais em diversos mercados e estreou destinos como Roma (Itália), Lisboa (Portugal) Pisco (Peru), San José (Costa Rica), Las Vegas e Boston (EUA), e Tel Aviv (Israel).

Para 2019, já estão confirmadas rotas inéditas como Porto Alegre-Santiago (será inaugurada em janeiro) e novos destinos como Munique (Alemanha) a partir de junho e Montego Bay (Jamaica) a partir de julho.”

7 COMENTÁRIOS

  1. Saudades da época de Rolim Amaro, ele sim; era um verdadeiro comandante. Depois que virou Latam a decadência foi notória, dois problemas semelhantes na mesma semana? Tem mesmo é que parar com vôos internacionais e ficar somente na Ponte Aerea Rio/S. Paulo e com fiscalização . Pra quem não tem pressa, melhor ir de ônibus.

  2. Sempre que viajo tenho que fazer uma escala em São Paulo, isso sempre acaba aumentando o meu tempo de viagem, gostaria de saber por que os cariocas são sempre prejudicados pelas companhias aéreas?

    • Eu também acho. As vezes achamos que é um complô com o Rio, mas na verdade pode ser a empresa que já se encontra em dificuldades, é por isso que agora as empresas de fora podem investir mais, só que se continuar assim, podemos ter o início do caos total na aviação brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here