Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (25/11), o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), sancionou o projeto de lei que institui o aplicativo de mobilidade Táxi.Rio Cidades como plataforma oficial de gestão de táxis na cidade. Os dados produzidos vão integrar os estudos técnicos de mobilidade urbana.

O Táxi.Rio Cidades possibilita que os motoristas usuários da plataforma se tornem parceiros na gestão da cidade, através da utilização do módulo de zeladoria denominado “taxista informa“. O app permite que os taxistas reportem ocorrências como alagamentos, obstrução de vias, problemas na iluminação pública, crimes, entre outras, a partir de sua localização. Os dados são enviados diretamente ao Centro de Operações Rio e à Central de Atendimento ao Cidadão – 1746.

A plataforma, desenvolvida pela Empresa Municipal de Informática – IplanRio e lançada pela Prefeitura em novembro de 2017, contribuiu com o aumento significativo das viagens diárias e, consequentemente, com os rendimentos da categoria. Atualmente, há cerca de 31 mil motoristas e mais de 700 mil passageiros cadastrados no aplicativo do Táxi.Rio Cidades, tendo realizado mais de 15 milhões de corridas.

A Prefeitura do Rio tem implementado medidas para aperfeiçoar os serviços, beneficiando os usuários e, sobretudo, os taxistas, tendo em vista a necessidade de dar maior competitividade ao segmento”, afirmou o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

Para o coordenador do Táxi.Rio Cidades, Lauro Silvestre, com o surgimento do aplicativo, o serviço oferecido aos passageiros teve uma melhora significativa, com a avaliação da postura e prestação de serviço do taxista. 

A Prefeitura recebe informações que embasam políticas e estudos de mobilidade. Um exemplo disso é a comunicação que o município tem com a categoria, através do Centro de Operações Rio”, disse Silvestre.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui