Estação Guandu - Foto: Brenno Carvalho/Agência O Globo

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, informou que vai utilizar parte dos R$ 22 bilhões arrecadados com oleilão da Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae) para a criação do Guandu 2, segundo ele, 65% da verba estará disponível até julho. A informação foi passada pelo jornalista Edmilson Ávila.

O projeto, concebido em 2014, prevê a criação de uma nova estação de tratamento, o que vai ampliar a capacidade de abastecimento de água para a Baixada Fluminense.

O governador afirmou ainda que vai acabar com os riscos dos buracos inundados da Estação Gávea do metrô. No entanto, não dará continuidade à obra.

Castro também destacou que não fará uma grande reforma no secretariado, mas admitiu a possibilidade de fazer trocas em uma ou duas pastas.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

1 COMENTÁRIO

  1. Ué? Expliquem isso senhores defensores da privataria!!!

    Privatiza mas quem coloca dinheiro é o estado para expandir o abastecimento, ou vão criar nova empresa pública???
    Se a CEDAE dava 500 milhões de lucro por ano, por que não se autofinancia e pega recursos no BNDES?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui