Foto: Agência Brasil

A Assessoria Fiscal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizou um levantamento, com base nos dados do Sistema Único de Saúde (SUS), sobre a vacinação nos municípios do Rio de Janeiro. Os dados mostraram que cidades da Região Metropolitana estão entre as que apresentam os mais baixos índices de cobertura vacinal contra Covid.

No que se refere ao esquema vacinal completo, entre os dez municípios com menor cobertura do estado, estão sete da periferia: Itaboraí, Duque de Caxias, Japeri, Belford Roxo, São João de Meriti, São Gonçalo e Queimados – este com apenas 14,50% dos vacinados, em último lugar.

Para a produção desse ranking, o relatório considerou apenas as cidades com mais de 100 mil habitantes. A pesquisa mostra a situação no último dia 28 de setembro.

O estado do Rio de Janeiro é o 8º do país no ranking de população totalmente imunizada, com 39,1% de seus habitantes com esquema vacinal completo. Na análise do diretor-presidente da Assessoria Fiscal da Alerj, Mauro Osorio, os dados refletem a precariedade estrutural das cidades da periferia metropolitana do estado.

Temos, na Região Metropolitana do Rio, uma falta de estrutura absurda. É importante analisarmos este fato, que tem reflexos na Saúde e nas demais, áreas, como Segurança Pública. Precisamos de políticas públicas para melhorar as condições destes municípios”, defende.

No comparativo das capitais dos estados em todo o país, a cidade do Rio de Janeiro aparece na 6ª posição, com 54,3% da população vacinada.

Quando a avaliação envolve apenas os 92 municípios fluminenses, os três melhores colocados são Macuco – em primeiro lugar, com 78,76% dos completamente vacinados. Niterói, em segundo, com 62,59% e o Rio, em 3º, com 54,30%. O último lugar, com a pior cobertura é Macaé, com 10,78%.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui