Liga dos Amigos do Zé Pereira celebra a diversidade do carnaval de rua em 2019

A diversão do carnaval de rua está na pluralidade dos blocos, no multicolorido das fantasias e no acesso democrático da brincadeira – de todos e para todos. E para celebrar a diversidade do festejo pelas ruas do Rio de Janeiro, a Liga Carnavalesca Amigos do Zé Pereira aposta em muitas cores, ritmos e performances para o seu 7º ano de folia. Seus blocos e muito mais estão em nossa agenda dos blocos de rua do Rio em 2019.

Apadrinhada pelo centenário Cordão do Bola Preta, a associação é considerada uma das mais organizadas da cidade. Formada por oito blocos cariocas (Orquestra Voadora, Céu na Terra, Vagalume O Verde, Toca Rauul, Quizomba, Laranjada, Último Gole e A Rocha), que desfilam entre a Zona Sul e o Centro do Rio de Janeiro, a Liga dos Amigos do Zé Pereira leva anualmente mais de 500 mil foliões para as ruas. A ideia é festejar com respeito e união, de forma democrática e gratuita para todos.

À frente da organização de toda essa folia está o carioca Rodrigo Rezende, presidente da Liga dos Amigos do Zé Pereira. “O carnaval sempre foi e sempre será uma festa popular que celebra as diferenças, que aborda os temas sociais da nossa comunidade e que brinca com essas questões de forma consciente e divertida”, explica. E foi pensando nessa diversidade que a associação pensou em um conjunto de blocos com temas e ritmos variados, para todos os públicos e gostos. Do rock “maluco beleza” que contagia os foliões do Toca Rauuul passando pelo samba de raiz do Último Gole até a banda de sopro e percussão da gigante Orquestra Voadora – que esse ano contará com uma tenda de apoio às mulheres, em parceria com o coletivo Elas por Elas.

Já para os que curtem um repertório mais eclético – do funk ao maracatu –, está o Quizomba (como a Orquestra, é um bloco do Circo Voador, também casa do Zé Pereira). Apadrinhado por Roberta Sá, o enredo desse ano será “Carnaval da Diversidade”, com 200 batuqueiros, entre meninos e meninas, vestidos com saias das cores do arco-íris e muito glitter. Tema que também será discutido esse ano pelo colorido Céu na Terra, com o enredo “Fé menina e Fé menino”. A ideia do bloco é transmitir mensagens de fé e esperança diante da intolerância. Já no ecológico Vagalume O Verde, haverá coleta seletiva durante o desfile, além do plantio de mudas nativas da Mata Atlântica – para ameninar os danos do festejo no bairro. Já para um carnaval mais “girl power” está o bloco Laranjada, que será conduzido à folia por um grupo de ritmistas – todas mulheres. No A Rocha da Gávea, músicas inéditas vão embalar o repertório desse ano com o enredo Rio Bahia.

Em 2013 a Liga ganhou o prêmio Serpentina de Ouro na categoria organização, mesmo ano em que criou seu próprio projeto de carnaval, patrocinado pela Ambev através da lei de incentivo estadual (ICMS). A iniciativa foi criada para oferecer melhor estrutura aos integrantes dos blocos e aos foliões do carnaval de rua no Rio.

Confira os blocos do Zé Pereira em 2019:

Orquestra Voadora: É um dos mais aguardados do carnaval carioca, atraindo multidões no Aterro do Flamengo. O bloco celebra 10 anos em 2019 com seu desfile no dia 05/03 (terça-feira), às 13h. A grande atração é a banda de sopro e percussão, com mais de 350 músicos – que usam instrumentos que dispensam o uso de energia elétrica. Conhecido pelas suas performances circenses coloridas e divertidas, o abre-alas do bloco conta com 100 pernas-de-pau que fazem a alegria dos foliões. A novidade deste ano fica por conta de uma tenda de apoio às mulheres, com segurança, advogada e psicóloga para dar suporte e conscientizar sobre o combate à violência durante o desfile – uma parceria com o coletivo Elas por Elas.

Céu na Terra: Criado em 2001, o bloco desfila em Santa Teresa no dia 02/03 (sábado), às 07h. Considerado um dos mais coloridos e animados do Rio, o desfile desse ano terá os famosos bonecos gigantes, além de porta-estandarte e pernas-de-pau. O enredo será Fé menina e Fé menino, com mensagens de fé e esperança diante da intolerância no Brasil. Um tema de resistência cultural em defesa à diversidade. Tema que também será abordado no repertório do bloco, que além das tradicionais marchinhas de Carnaval, terá músicas como “Homem Feminino”, de Pepeu Gomes, Paula e Bebeto de Milton Nascimento. Os ensaios começam a partir do dia 03/02, sempre aos domingos, na Fundição Progresso, no centro do Rio.

Quizomba: O bloco do Circo Voador, casa do Zé Pereira, desfila na Lapa no dia 09/03, às 11h. Amadrinhado por Roberta Sá, o enredo desse ano será “Carnaval da Diversidade”. A liberdade de expressão serviu, inclusive, de inspiração para as fantasias dos 200 batuqueiros – entre meninos e meninas –, que usarão saias com as cores do arco-íris e muito glitter. Com repertório eclético, que vai do funk ao maracatu, um acréscimo para o desfile de 2019 será o carimbó – em homenagem ao Pará.

Vagalume O Verde: Nascido no Horto Florestal, o bloco ecológico está com desfile marcado para o dia 05/03 (terça-feira), às 10h, no Jardim Botânico. Entre as ações para incentivar a preservação ambiental e a sustentabilidade estão: a instalação de coletores de resíduos por todo o cortejo do bloco e uma equipe de coleta seletiva dos resíduos sólidos – fruto de uma parceria com uma cooperativa de catadores. Também está previsto para esse ano o plantio de mudas nativas da Mata Atlântica, com o objetivo de neutralizar/compensar o impacto do desfile na Rua Jardim Botânico.

A Rocha da Gávea: Com enredo Rio Bahia, o bloco inova no repertório deste ano, indo além do tradicional samba enredo e acrescentando músicas típicas baianas. A porta-bandeira Monica Leoti é presença confirmada o desfile desse ano, marcado para o dia 05/03 (terça-feira), às 8h, na Praça Santos Dumont, Gávea. Os desfiles acontecem todos os domingos, às 15h, em Laranjeiras.

Último Gole: O bloco, que há 21 anos fecha com chave de ouro o carnaval de rua do Rio especialmente esse ano estará de endereço novo: com encontro marcado no Corte Cantagalo, no dia 05/03. A promessa é de muito samba raiz das 17h às 22h, na terça-feira de carnaval. Com samba de autoria própria, o bloco espera os “inimigos do fim” para o último gole de carnaval.

Laranjada: No dia 03/03, às 9h, o bloco de Laranjeiras agita a Praça Jardim Laranjeiras, na Rua General Glicério, com a bateria de percussão Puro Suco, formado em sua maioria por ritmistas mulheres. Desde 2003 o bloco tem como tradição cantar sambas enredos de outros carnavais e um samba de autoria própria.

Toca Rauuul: Também no domingo de carnaval (03/03), às 14h, o bloco temático Toca Rauuul contagia a Praça Tiradentes, no centro do Rio, com um repertório inspirado no lendário Raul Seixas. Com uma mistura de rock com baião e outros gêneros musicais, característica marcante nas músicas do cantor e que também é reproduzida no bloco, o enredo desse ano será “A solução é alugar o Brasil”. O festejo terá a presença de Viviane Seixas – filha do cantor homenageado.

DESFILES BLOCOS ZÉ PEREIRA 2019

Céu na Terra – 02/03/19 – Santa Teresa
Concentração: Largo dos Guimarães
Horário: 07h

Laranjada – 03/03/19 – Laranjeiras
Concentração: Praça Jardim de Laranjeiras (Rua General Glicério)
Horário: 09h

Toca Rauuul! – 03/03/19 – Centro
Concentração: Praça Tiradentes
Horário: 14h

Vagalume – 05/03/19 – Jardim Botânico
Concentração: Rua Jardim botânico, esquina com Rua Pacheco Leão
Horário: 08h

A Rocha – 05/03/19 – Gávea
Concentração: Praça Santos Dumont
Horário: 08h

Orquestra Voadora – 05/03/19 – Aterro do Flamengo
Concentração: Altura da praça Luis de Camões
Horário: 13h

Último Gole – 05/03/19 – Lagoa
Concentração: Corte do Cantagalo (Local ainda indefinido, falta confirmação da Riotur)
Horário: 14h

Quizomba – 09/03/19 – Lapa
Concentração: Arcos da Lapa
Horário: 10h

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here