Câmara dos Vereadores por Jconde Além da eleição para prefeito, também foram eleitos os 51 vereadores de nossa cidade e que legislarão sobre assuntos de nossa cidade. Para quem não sabe a bancada de vereadores é feita a partir do quociente eleitoral, o link explica um pouco como funciona a “matemática”. Para quem não sabe, ao votar no seu candidato, você na verdade vota no partido e/ou coligação dele, por isso que as vezes o candidato A do partido X recebe muito mais voto que o candidato B do partido Z, mas como todos outros candidatos do partido Z mais os votos na legenda tiveram um total de votos muito maior que o do partido X, o candidato B acaba se tornando vereador e o candidato A. Não sei se vocês se lembram, mas certa vez Enéas (Prona) teve mais de um milhão de votos pra deputado federal de SP e por isso acabou seu partido fazendo umas 5 cadeiras e elegendo gente com traço de votos…

 

Bem, vale lembrar que Carminha Jerominho (PTdoB) teve sua candidatura impugnada e caso o recurso dela seja rejeitado seus votos serão considerados nulos, o que pode signicar uma cadeira a menos para seu partido.

 

A Câmara de Vereadores, comparada com a última eleição, renovou-se bastante. Muitos saíram para voôs maiores, como foi o caso de Indio da Costa (DEM), Edson Santos (PT) e Dona Suely (PR), hoje deputados federais, já Brizola Neto (PDT), Fernando Gusmão (PCdoB), Jorge Babu (PT), Marcelino D’Almeida (DEM) tornaram-se deputados. Já Ivan Moreira (DEM) foi para o Tribunal de Contas… atenção, como a lista foi feita de cabeça devo ter deixado passar muitas pessoas.

 

Foram 20 vereadores os que não conseguiram se eleger, renovação de 40%. O vereador mais votado foi uma mulher, Lucinha (PSDB), com quase 69 mil votos e a segunda mais votada foi Rosa Fernandes (DEM), com perto de 65 mil votos. Dos eleitos, o menos votado foi Marcelo Piui (PHS), com 3200 votos, o que lhe deixaria em 30o lugar no Democratas. O vereador pela primeira vez mais votado foi Clarissa Garotinho (PMDB), com 42000 votos.

 

Aqui vai a lista, o grande vencedor, como era de se esperar, foi o Democratas de Cesar Maia, que fez 8 vagas:

Democratas (8 vagas):

Rosa Fernandes

Eider Dantas

Aloisio Freitas

Tio Carlos

Carlo Caiado

Jorginho da SOS

João Cabral

Alexandre Cerruti

 

PMDB (6 vagas):

Clarissa Garotinho

Chiquinho Brazão

S. Ferraz

Veronica Costa

Jorge Felippe

Prof. Uoston

 

PSDB (5 vagas):

Lucinha

Teresa Bergher

Andrea Gouvea Vieira

Luiz Antonio Guarana

 

PSB – PCdoB (3 vagas)

Dr. Carlos Eduardo – PSB

Roberto Monteiro – PCdoB

Rubens Andrade – PSB

 

PTdoB (3 vagas):

Jorge Pereira

Jorge Braz

Carminha Jerominho

 

PDT (3 vagas):

Nereide Pedregal

Dr. Jorge Manaia

Leonel Brizola Neto

 

PV (3 vagas):

Sirkis

Aspásia

Paulo Messina

 

PT (3 vagas):

Adilson Pires

Elton Babú

Reimont

 

PP – PSL (3 vagas)

Carlos Bolsonaro (PP)

Vera Lins (PP)

Ivanir de Mello (PP)

 

PRB – PRTB (3 vagas)

João Mendes de Jesus

Tânia Bastos

Bencardino

 

PSC – PRP (2 vagas)

Marcio Pacheco – PSC

Dr. Jairinho – PSC

 

PTC – PMN (2 vagas)

Renato Moura – PTC

Cristiano Girão – PMN

 

PPS (2 vagas)

Stepan Necerssian

Paulo Pinheiro

 

PR (2 vagas)

Fernando Moraes

Liliam Sá

 

PSOL – PSTU (1 vaga)

Eliomar Coelho (PSol)

 

PHS – PTN (1 vaga):

Marcelo Piui (PHS)

 

PTB (1 vaga):

Cristiane Brasil

 

PSDC (1 vaga):

Claudinho da Academia

 

Dos que estão hoje na Câmara de Vereadores, não se reelegeram:

Alberto Salles (PSC)

Argemiro Pimentel (PMDB)

Charbel Zaib (PDT)

Cláudio Cavalcanti (DEM)

Dr. Nelson Ferreira (PR)

Jerominho (PMDB)

Jorge Mauro (DEM)

Leila do Flamengo (DEM)

Luiz André Deco (PR)

Luiz Carlos Ramos (PSDB)

Luiz Humberto (DEM)

Nadinho do Rio das Pedras (DEM)

Pastora Márcia Teixeira (PR)

Patricia Amorim (PSDB)

Paulo Cerri (DEM)

Rogério Bittar (PSB)

Sami Jorge (PDT)

Silvia Pontes (DEM)

Théo Silva (PMDB)

Wanderley Mariz (DEM)

Wilson Leite Passos (PP)

 

Foto: Câmara dos Vereadores por Jose Rocha

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui