Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (16/06), às 19h, o Instituto de Educação Médica (IDOMED), um grupo que reúne 14 escolas médicas e consolida a tradição de mais de 20 anos de experiência nesse segmento acadêmico, incluindo as unidades da Estácio, FAPAN, FAMEAC e UniFacid, realizará um grande encontro virtual para debater o tema “Vacina contra Covid-19 e a Resposta Imune”.

Quem quiser acompanhar o evento poderá se inscrever através deste link. A live será totalmente gratuita para todos os cidadãos brasileiros que querem ficar mais bem informados sobre as vacinas que estão sendo disponibilizadas no país.

O Dr. Silvio Pessanha Neto, Diretor Nacional dos Cursos de Medicina do IDOMED, será o mediador do encontro e receberá os convidados Daniel Soranz (Presidente do Comitê Científico de Enfretamento da Covid-19 e Secretário de Saúde do Município do Rio de Janeiro) e o Professor do IDOMED Luiz Werber-Bandeira (Imunologista Clínico-Alergista. Membro do Comitê Científico de Enfretamento da Covid-19, Chefe do Serviço de Imunologia-Santa Casa-Rio e Coordenador da Pós-Graduação de Alergia e Imunologia da Estácio).

O objetivo do encontro é promover um amplo debate entre a comunidade médica, estudantes e até mesmo as pessoas que ainda estão receosas quanto à eficácia (efeito) e a efetividade (comprovação) das vacinas aplicadas no Brasil. Teremos imenso prazer em receber dois especialistas no assunto, que lançarão luz às questões ligadas às vacinas e pandemia. Neste momento tão desafiador, a academia e os infectologistas/virologistas podem arrefecer os mais variados temas polêmicos com relação à imunização por meio das vacinas a partir de dados científicos“, afirma Dr. Silvio Pessanha, Diretor Nacional dos Cursos de Medicina do IDOMED.

Entre os tópicos que serão abordados, destacam-se: Tipos de Vacinas; Eficácia e Efetividade, Diferença entre o Sistema Imunológico da Criança e das Pessoas Acima de 65 Anos; Avaliação da Eficácia e da Efetividade da Vacina contra a Covid-19 e a Resposta Imune na Criança e no Indivíduo após 65 anos, impactos da vacinação nas internações por COVID-19 em enfermarias e CTIs, entre outros.

O momento será bem oportuno para informar que as internações nas UTIs dos hospitais do Rio de Janeiro caíram 98% com relação aos pacientes acima de 65 anos. Até o presente momento, o Estado do Rio vacinou as pessoas com 70% da Coronovac e 30% da Astrazeneca e já estamos observando bons resultados, felizmente. Portanto, todos os cidadãos que já receberam as duas doses do Instituto Butantan ou da Fundação Fiocruz não precisam fazer testes nos laboratórios para se certificarem sobre o ganho de imunidade. Enquanto não ultrapassamos a marca de mais de 75 a 80% da população vacinada, as recomendações continuam as mesmas: usar máscaras, lavar bem as mãos com sabão e / ou higienizá-las com álcool gel“, comenta Dr. Luiz Manoel Werber de Souza Bandeira.

Serviço:
Live gratuita sobre “Vacina Covid 19 e a resposta Imune”
Inscrições: https://go.estacio.br/live-covid
Live: https://www.youtube.com/c/EstacioOficial
Data: 16 de junho
Horário: a partir das 19h

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui