Nesta quarta-feira, 04/03, a Leader protocolou seu pedido de recuperação judicial. O processo foi protocolado na 3ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Desde 2017, a empresa estava em processo de recuperação extrajudicial.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Atualmente, a dívida da varejista carioca é estimada em cerca de R$ 1,1 bilhão. Este valor, de acordo com o jornal Valor Econômico, está dividido de forma igual entre fornecedores, bancos e Fisco. O pedido foi enviado após Fábio Carvalho concluir, no último dia (28/02), a venda de 100% de sua participação acionária na empresa.

“Por medo de perdermos nossos fornecedores, partimos para a recuperação extrajudicial. Mas não se consegue dilatar prazo de pagamento com fornecedores e credores para sempre, então decidimos buscar um novo caminho, via recuperação judicial. A empresa está operacionalmente reorganizada, é geradora de caixa. Mas precisamos recompor a estrutura financeira para voltar a crescer e abrir lojas”, disse Carvalho.

Especialistas temem que com a recuperação judicial a Leader pare de pagar os aluguéis dos seus pontos comerciais, que estão dentre os melhores do Rio de Janeiro. Algumas das melhores lojas da cidade são ocupadas pela Leader, como é o caso da antiga loja da Sloper, na Rua Uruguaiana 55, esquina de Rua do Ouvidor. A loja pertence à administradora Sergio Castro Imóveis, que, consultada pelo DIÁRIO DO RIO, recusou-se a comentar o assunto.

Os especialistas ainda atestam que na hora em que o comércio de rua no Rio de Janeiro começa a reagir, seria uma lástima ver os pontos da Leader ficarem vazios.

A Leader, fundada em 1951, na cidade do Rio de Janeiro, é, de fato, identificada com a cidade do Rio de Janeiro. A marca já estampou, inclusive, a camisa de um dos clubes mais tradicionais da cidade, o America.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui