Cascatinha do Rio Grande por Piesse Belt O Rio é enorme, é lindo, mas tem é bem mais bonito do que pensamos e cheio de alternativas que pouco conhecemos. Uma destas é o Parque Estadual da Pedra Branca.

O parque que fica na Zona Oeste foi criado em 1974 com o objetivo de se preservar a Mata Atlântica, os mananciais que abastecem a região – como as represas do Camorim e do Pau da Fome -, construções e ruínas de grande interesse histórico, como um antigo aqüeduto e sedes de fazendas coloniais. A floresta está circundado pelos bairros de Guaratiba, a oeste, Bangu e Realengo ao norte, Jacarepaguá a leste, Barra da Tijuca a sudoeste e sul, Recreio dos Bandeirantes e Grumari ao sul e Campo Grande a noroeste e tem no Pico Da Pedra Branca o seu ponto culminante, com 1024m de altitude, o que significa dizer que representa o centro geográfico do município do Rio de Janeiro.

É o maior parque natural urbano do mundo com sua área é de 12.500 hectares, com cerca de 80 Kms de diâmetro, enquanto o Parque Nacional da Tijuca, a qual muitos dão este título, que tem 3.200 hectares.

Na área do Parque e áreas vizinhas existem, ainda hoje, importantes exemplares do patrimônio arquitetônico que relembram a história da região. Destacam-se A Capela de São Gonçalo do Amarante, construída por Gonçalo Correia de Sá em 1625 na localidade do Camorim; A Igreja de Nossa Senhora de Monserrat, de 1776, edificada pelos Monges Beneditinos em Vargem Grande e a Igreja Nossa Senhora da Conceição e São Boaventura, construída por volta de 1730 pelo dono do engenho do Rio Grande, onde hoje é conhecido como Largo da Capela.

Para visitar o Parque da Pedra Branca é necessário ligar para o número 2446-4557 e marcar sua ida.

O parque tem duas entradas, uma no Bairro do Camorim, pela Estrada dos Bandeirantes, altura do Rio Centro, próximo ao PROJAC. Ali você pode fazer uma trilha até a lagoa, em 1:20, sem necessidade de guia.

Há outra entrada na Estrada do Pau da Fome, Taquara. Por lá se tem três opções de trilha, uma curta, com 20 minutos de duração, uma longa de 4 horas e outra até o Pico da Pedra Branca, média de 6 horas, para estas duas últimas é necessário contratar um guia no local, sendo proibido ir sem um.

Mais informações: 2446-4557.

Foto do Flickr de Piesse Belt.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui