O candidato do PSL à Prefeitura do Rio, deputado federal Luiz Lima, já deixou claro em suas falas que a educação será uma das prioridades de seu governo. Professor de natação e de Educação Física, ele voltou a defender a valorização dos profissionais da rede, incentivos ao esporte, além da construção de novas creches.

A educação é a coisa mais importante que podemos deixar para a nossa sociedade, para a nossa juventude. A população sofre porque não teve uma base escolar. Precisamos ter um secretário de Educação super competente, que seja exigente, que cobre metas. A gente não está acostumado a ter ordem, disciplina“, afirma Luiz Lima.

Para o representante da coligação “O Rio tem opção” (PSL-PSD), o ensino só vai melhorar quando a prefeitura tratar melhor seu corpo docente.

Temos que valorizar o professor, através de aumentos na remuneração de forma progressiva e de bonificações por diminuição das taxas de reprovação e evasão, assim como por bom desempenho em testes de avaliação. É preciso tratar de forma diferenciada as unidades com pior desempenho, levando em consideração fatores externos aos alunos, como localização em áreas de vulnerabilidade. E aplicar iniciativas que estão presentes nas gestões dos estados que apresentaram melhora em seus desempenhos, com base nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), como escolha de gestores por processo seletivo, e não por nomeação política“.

Luiz Lima revelou alguns dos projetos que pensa em implantar. “Quero voltar com a Educação Moral e Cívica. Temos que alinhar os currículos da educação infantil e do ensino fundamental, implementar modelo de gestão baseado em resultados. Criança na escola tem que ter aula de matemática, português, ciências, geografia, história, para conhecer a nossa história, para entender o presente e ter uma dimensão do futuro“, analisa.

O candidato também comentou sobre a situação de mães que não conseguem creches para seus filhos. “No nosso governo vamos aumentar a oferta de vagas na pré-escola, universalizando seu acesso, através da construção de novas unidades e do melhor uso da rede existente. A prefeitura tem que olhar para essas famílias que precisam de creche. São pais e mães que às vezes perdem oportunidades de emprego porque não têm com quem deixar suas crianças”, avalia.

No Dia dos Professores, Luiz Lima enviou uma mensagem especial para os docentes. “Professores, vocês são 40 mil na rede municipal de ensino. Parabéns pela dedicação de vocês! Eu, como prefeito, quero que as crianças voltem às aulas o mais rápido possível, respeitando todos os protocolos de segurança. Já foi comprometida a alfabetização das crianças de 6,7 e 8 anos, isso é um fato. Como professor de educação física, só posso parabenizar a todos os professores pelo dia de hoje. A vida de qualquer pessoa se inicia com os professores na escola. São coisas muito marcantes da vida da gente, a gente chega aos 40, 50 anos lembrando do professor. Eu tenho minha tia Deise, do antigo C.A, no Colégio São José, na Tijuca, que me alfabetizou, e eu lembro dela até hoje.

O programa do candidato também prevê a implantação do Plano Nacional da Educação, privilegiando a ampliação do regime de colaboração entre União, estados e municípios, o estímulo à participação das famílias no processo educativo e o investimento na formação e valorização dos professores. Descentralizar a gestão das verbas destinadas para escolas, capacitar profissionais e premiar unidades que consigam atingir metas também estão entre as plataformas de governo.

O deputado federal informou que usará seu conhecimento na área para aproximar a rede de educação das secretarias de Esporte, Assistência Social, Saúde, Cultura e Turismo, levando mais oportunidades para a população. “Sempre acreditei que o esporte é um pilar da educação, assim como a cultura. Nós temos 1.542 escolas na rede municipal, temos clubes ociosos. São clubes com escolas ao redor e que poderiam ser usados pelos alunos. Você daria um desconto no IPTU ou em outro tributo em troca da utilização desses espaços. Temos, ainda, que transformar as escolas em centros de integração, fazendo com que as mamães e os papais também frequentem as escolas“, conclui.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui