Foto: Magaiver Fernandes/Divulgação

Em caminhada pelo Largo da Carioca, no Centro do Rio, na manhã desta quarta-feira, o candidato do PSL à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2020, deputado federal Luiz Lima, conversou com lojistas sobre as dificuldades econômicas enfrentadas pelos comerciantes na região.

Estamos atravessando um momento difícil no Rio, temos um déficit de empregos grande, muitas lojas fechadas, e muito em decorrência da desordem no Centro. A gente tem que restabelecer a ordem no Rio de Janeiro para que os comerciantes e pequenos empresários, propulsores da economia, gerem empregos”, acredita Luiz Lima, que faz parte da coligação O Rio Tem Opção.

De acordo com levantamento do Clube dos Diretores Lojistas (CDL Rio) e do Sindicato dos Lojistas do Rio de Janeiro (Sindilojas), o comércio do Rio teve o pior semestre da história do setor no município, com queda de 27% das vendas no primeiro semestre.

Durante a caminhada, o candidato do PSL conversou com Armando Lauria Jr., 71 anos, comerciante e dono de uma tradicional loja de guarda-chuvas na Rua da Carioca e que resiste ao fechamento em meio a centenas de estabelecimentos com portas cerradas no Centro. “A empresa começou com meu pai. Estamos aqui há 75 anos. Muita coisa mudou, mas a gente tenta se manter. Fomos muito afetados pela crise da última década e pela chegada de investidores imobiliários. Antigamente, a loja ficava lotada. Hoje, isso acabou”, relata Lauria, que permaneceu com a loja fechada 145 dias por conta da pandemia de Covid-19.

O candidato almoçou no tradicional Bar Luiz, que ainda resiste no meio da crise que assola o Centro da cidade.

ACOLHIMENTO ÀS PESSOAS EM VULNERABILIDADE SOCIAL

O crescente número de pessoas em situação de rua também é uma das preocupações de Luiz Lima. Segundo dados da Defensoria Pública do Município, de 2019, os abrigos da cidade só têm capacidade de atendimento para 15% da população em situação de rua. O Censo de população em situação de rua 2020 só será feito no final de outubro. Para Luiz Lima, é necessário um cadastramento único para orientar ações de proteção das pessoas em vulnerabilidade social.

É preciso que a Prefeitura faça um cadastro dessas pessoas, que a prefeitura entenda o que elas estão passando, se têm algum problema de saúde, se são dependentes químicos, se tem casa, família e documentos, para a gente encaminhar para os abrigos do município, hospitais ou suas famílias. O tratamento da população que vive na rua tem que ser orientado e humanizado”, explica o candidato.

5 COMENTÁRIOS

  1. Qual é a opção? Votar no roubou , mas fez( que responde processos de corrupção criminal)? Votar no atual prefeito ( corrupto e nada fez) que parece uma múmia? Vamos dar chance a gente nova!! Luiz Lima para prefeito do Rio!! Se roubar/ afastamos e colocamos na cadeia!!! Simples assim!!!

  2. Votar nele é como votar na versão mais nova do Witzel! Vendeu esperança para as pessoas com promessas e no final olha onde fomos parar: mais um impeachment!!! E o Rio cada vez mais deteriorado pela corrupção! Cuidado votar nele é continuar com a péssima gestão que vemos hoje!

  3. Um cara desses, do PSL, preocupado com questões sociais?? hahaha uma piada pronta né!! Ja vimos oque dá votar nesses loucos desconhecidos no RJ… vai ser um novo Witzel se for eleito…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui