Em junho deste ano, o lutador Fredie pegou Covid-19. Ele ficou estado grave, com 45% de saturação, ficou em coma por 22 dias. Quando acordou, no dia 23/06, no dia do seu aniversário, sua perna estava em estado de gangrena e no dia seguinte foi amputada.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

“Tenho vivido com muita força, garra, me adaptando a essa nova etapa, sobretudo com muita gratidão por estar vivo e com o sonho de voltar a fazer tudo que eu fazia antes de sofrer esta limitação física”, disse o atleta.

Para conseguir uma prótese, Fredie criou uma vaquinha virtual, que pode ser acessada clicando aqui.

‘Solicito a ajuda financeira de todos para que eu consiga arcar com o custo de uma prótese específica, que seria ideal para o meu retorno ao esporte, podendo alcançar  meu sonho de voltar a dar aulas, e futuramente, conseguir a graduação da minha faixa preta no Taekwondo”, afirmou Fredie.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui