Margarida, tubarão que viveu no AquaRio entre 2016 e 2021 - Foto: Fernando Maia/Riotur

O Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio), localizado na Zona Portuária da capital fluminense, está de luto. Isso porque faleceu na manhã do último domingo (13/06) o primeiro grande tubarão a chegar ao local, inaugurado em outubro de 2016. Trata-se de Margarida, fêmea da espécie mangona, uma das moradoras mais famosas do referido ponto turístico.

De acordo com informações divulgadas pelo AquaRio, no sábado (12/06) Margarida começou a apresentar um comportamento fora do seu habitual, então a equipe técnica do aquário marinho levou-a para um local de isolamento, onde os animais recebem cuidados veterinários.

Ela, porém, mesmo medicada e em observação intensiva, acabou indo a óbito no domingo. A causa da morte, vale ressaltar, só será confirmada após a realização da necropsia, que acontecerá nesta segunda-feira (14/06).

Margarida sob os olhares do público no AquaRio – Foto: Fernando Maia/Riotur

Antes de chegar ao AquaRio, Margarida viva no Aquário de Ubatuba, no litoral de São Paulo. Ela tinha entre 18 e 20 anos de idade, tempo de vida considerado por especialistas usual para os animais da referida espécie que vivem sob os cuidados de humanos em aquários.

4 COMENTÁRIOS

  1. São centenas de mortos, na captura, antes de pararem no aquário, digo, cativeiro, mas quando quando morre aquele que era exibido para diversão, alguns se comovem???

    O ser humano doente…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui