Foto: Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

Idealizado para modernizar todo o sistema de iluminação pública da cidade, o programa Luz Maravilha acaba de bater a marca de 100 mil lâmpadas de LED instaladas nas ruas do Rio, com a chegada do serviço à Autoestrada Lagoa-Barra. Até o fim de 2022, a capital terá 450 mil luminárias desse modelo, permitindo redução de aproximadamente 60% na conta de luz da Prefeitura. De janeiro a julho deste ano, o município poupou 3.125.329 kWh, ou seja, uma economia de quase R$ 2 milhões para os cofres públicos.

Iniciativa da Secretaria Municipal de Infraestrutura e da Rioluz, o Luz Maravilha é uma parceria público-privada que já pode ser vista em todas as regiões da cidade. Até o momento, quase metade das  lâmpadas foram instaladas em comunidades. Na Rocinha, por exemplo, 70%  da iluminação já está em LED. Vias de grande movimento também estão sendo contempladas no programa, como é o caso da Lagoa-Barra e da Linha Vermelha.

Para a implementação do Luz Maravilha, a Rioluz estabeleceu critérios que levam em conta o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a mancha criminal, o índice de apagamentos e as regiões de maior vulnerabilidade social.

– Já chegamos a 100 mil lâmpadas de LED instaladas e vamos continuar para atingir a meta do programa até o fim de 2022. Além de modernização, o Luz Maravilha traz segurança e economia aos cofres públicos – conta o presidente da Rioluz, Bruno Bonetti.

Secretária de Infraestrutura, Kátia Souza reforça o perfil social do programa:

– Pensar o cronograma e levar o Luz Maravilha para áreas mais necessitadas é essencial. Vamos além de uma iluminação. Estamos dando dignidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui