Patricia Melo e o filho, Vitão, falecido em dezembro de 2019; ele faria 28 anos nesta sexta (03/07) - Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

No dia 26 de dezembro de 2019, uma fatalidade tirou a vida de Victor de Melo Baptista, também conhecido por seus amigos de Olaria, onde morava, como Vitão ou Shark. Ele passava de moto pela Linha Amarela, na altura de Pilares, quando foi atingido por uma linha com cerol. O rapaz, que tinha 27 anos, ainda foi levado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Nesta sexta-feira (03/07), Vitão faria aniversário. E, para não deixar a data passar em branco, sua mãe, Patricia Melo, resolveu juntar uma homenagem ao filho com uma ação social. Ela está arrecadando cestas básicas, que serão destinadas a cerca de 50 famílias assistidas pelo projeto ”Abrigo Redentor da Palmeira”, no Complexo do Alemão, famosa comunidade da Zona Norte do Rio. Além de alimentos, também serão distribuídos brinquedos e haverá uma festinha para as crianças locais, com salgadinhos, doces e refrigerantes. O evento acontecerá a partir das 14h na Estação Palmeiras, pertencente ao Teleférico do Alemão.

Estação Palmeiras, no Teleférico do Alemão, onde será realizada a ação social – Foto: Reprodução/Internet

Patricia, inclusive, diz que ficou surpresa com a proporção que sua iniciativa tomou e que faz questão de transformar sua dor em ajuda a quem está necessitando. Também estão envolvidos na causa o pai de Vitão, Cláudio, e Patrick, filho mais novo do casal.

Respectivamente, Victor, Cláudio, Patricia e Patrick – Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

”Eu não tinha noção da proporção que essa iniciativa iria tomar. É muito bom ver que nesse momento pandêmico que estamos vivendo, onde as pessoas estão longe umas das outras, a força do Victor poderá juntar todos nós em prol de uma inciativa: ajudar famílias carentes no Complexo do Alemão. A princípio, eu estava disposta a ajudar algum lugar no aniversário do Vitão. Ele sempre gostou muito de curtir, dançar e rir com os amigos no seu aniversário. Era uma energia absurdamente contagiante. Nada mais justo do que eu transformar minha dor em caridade e levar felicidade para outros lares. Eu tenho certeza que ele está olhando por nós nesse momento”, diz ela, ainda acrescentando que, futuramente, está pensando na criação de uma ONG, que se chamaria ”Vitão Vive”.

A mãe de Shark também faz questão de ressaltar seu combate ao uso de linhas cortantes para se soltar pipas, o que é proibido pelo Governo do Estado.

”Meu filho foi morto brutalmente. Não podemos esquecer que foi um descaso governamental e a irresponsabilidade alheia que ceifou sua vida. Hoje, no Rio de Janeiro, temos uma lei estadual que proíbe o uso de linha com vidro moído e cola ou quartzo moído, algodão e óxido de alumínio, com uma pena de até R$ 342. Mas, como muita coisa no Brasil, não há uma fiscalização efetiva e uma conscientização sobre o uso da linha chilena ou com cerol. Para termos uma ideia em números, somente no ano de 2019, o Linha Verde, setor do Disque Denúncia, recebeu 291 chamados informando o uso ilegal de linha chilena. É um absurdo”, enfatiza Patricia.

Patricia e Vitão – Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Ainda sobre Victor, Lucas Sporques, estudante de História na Uerj e amigo da família, faz questão de lembrar da alegria marcante com que o jovem levava sua vida.

”O dia 03/07 poderia ser de dor para todos nós que éramos próximos ao Vitão, mas com essa iniciativa feita pela Tia Patrícia, iremos levar sorrisos para os rostos de todos que estão envolvidos nisso. É algo muito contagiante e temos certeza que ele estará levando essa energia positiva para todas as famílias que estarão sendo beneficiadas com o projeto. Essa energia que ele está trazendo para todos nós é indescritível. Todo mundo que está envolvido na ação sente a sua presença, a sua alegria contagiante”, diz ele.

Sorriso estampado no rosto era característica marcante de Vitão, dizem amigos – Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Para quem quiser contribuir com a iniciativa, segue os dados bancários:

  • Banco: Bradesco
  • Agência: 1629
  • Conta Corrente: 035673-5
  • Nome: Patricia Melo


Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui