Foto: Reprodução/Lopes

Como vimos em uma matéria anterior publicada aqui no DIÁRIO DO RIO, a saúde mental dos moradores da cidade do Rio de Janeiro durante a pandemia de Covid-19 piorou significativamente e mais cariocas passaram a fazer acompanhamento psicológico, de acordo com pesquisa feita pelo Instituto Rio21. Entre os entrevistados, 28,9% afirmaram que estão fazendo acompanhamento psicológico – um aumento de 4,5 pontos percentuais em comparação com o período anterior ao início da crise causada pelo Coronavírus.

Dando sequência à série de matérias que visa compreender os impactos da pandemia entre os moradores da cidade, a Diretora de Pesquisa do Instituto Rio 21, Ana Flávia Assumpção, destacou alguns dados:

Perguntamos aos entrevistados como sua vida foi impactada pela pandemia e 21% afirmaram que não sofreram nenhum impacto pela pandemia. Entre os impactos mais relatados aparece em 1º lugar: teve que reduzir as compras de alimentos (32,8%); em 2º lugar: teve Covid-19, mas sem sequelas (26,4%) e em 3º: contraiu uma dívida durante a pandemia (18,8%)”.

Em relação ao plano de saúde, de acordo com os dados coletados, a pandemia não teve um efeito significativo, pois 69% dos respondentes declararam que possuem plano de saúde e já o possuíam antes da pandemia. Apenas 8,4% dos cariocas respondentes afirmaram que não tem plano de saúde atualmente, mas tinham antes da pandemia.

Além disso, foi pedido também aos entrevistados que eles identificassem situações nas quais algum parente tenha vivenciado durante a pandemia, a fim de medir o impacto causado sobre a família.

O cenário mais frequente foi a contração de Covid por algum familiar, mas que não deixou sequelas (58,4%). Por sua vez, a segunda situação mais comum entre os entrevistados foi a de que algum familiar perdeu o emprego (34,3%) e em terceiro lugar: algum familiar teve que reduzir as compras de alimentos (32%).

Ainda em relação aos impactos da pandemia sobre as famílias, 7,2% dos entrevistados afirmaram que perderam algum familiar em razão da Covid-19.

O levantamento foi realizado entre os dias 02 e 13 de setembro de 2021, por meio de pesquisa quantitativa com disponibilização de questionário online via e-mail e redes sociais. A amostra não probabilística contou com 321 entrevistados moradores do município do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui