Minhocão da Gávea passa por cima do Túnel Acústico Foto: Johanns Eller

A Polícia Civil investiga a morte de mais de 30 gatos no conjunto residencial Marquês de São Vicente, conhecido como Minhocão, localizado na Gávea, Zona Sul do Rio. A suspeita é de envenenamento após desentendimento entre moradores sobre a permanência dos animais no prédio.

A Subsecretaria de Bem-Estar Animal (Subem) informou que foi acionada para averiguar a denúncia de maus tratos aos gatos que vivem no condomínio. No prédio há uma colônia de mais de 80 gatos protegida pela prefeitura, que por lei, são impedidos de serem retirados do local.

De acordo com a Rádio Bandnews, a administração do prédio afirma que os gatos começaram a aparecer mortos no final de janeiro, após reclamação de alguns moradores.

Em nota, a Polícia Civil informou que “todos os procedimentos foram realizados, como solicitação e realização de perícia no local e encaminhamento de ofício ao Instituto Municipal Jorge Vaitsman, para que seja realizado exame de necropsia que certifique a causa da morte dos animais. O responsável pelo condomínio foi intimado a depor e a delegacia realiza diligências para coletar informações que possam auxiliar nas investigações“.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui