Foto: Reprodução/ZM Notícias

Apenas 7,3 mil das quase 41,5 mil pessoas que têm direito aos benefícios do programa ID Jovem, em Duque de Caxias, fizeram inscrição para a iniciativa. Destes, apenas 891 ativaram o documento. Com o objetivo de ampliar o alcance da ação, a titular da Secretaria Nacional da Juventude, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNJ/MMFDH), Emilly Coelho, esteve na cidade na última semana para participar de uma audiência pública promovida pela Câmara Municipal na última sexta-feira (04/06).

O secretário de ciência e tecnologia de Duque de Caxias, Eduardo Moreira, reconhece que o Programa ainda tem pouca visibilidade no município e afirmou que a Prefeitura vai investir em divulgação: “Por isso, a prefeitura vai investir em ações nas praças e bairros a fim de estimular a juventude a usar o benefício“.

O programa oferece a jovens de baixa renda acesso com meia-entrada a eventos e viagens interestaduais gratuitas voltadas à cultura ou ao esporte. A ID Jovem pode ser solicitada por jovens com idade de 15 a 29 anos que pertençam a famílias com renda mensal de até dois salários mínimos e que estejam inscritos no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico). Não é necessário que a pessoa tenha matrícula em instituição de ensino.

É possível fazer a solicitação por meio do aplicativo oficial ID jovem 2.0 ou através do site. O benefício tem prazo de validade de seis meses, mas por meio do aplicativo é possível renovar o documento de maneira simples e rápida.

Após isso, para utilizar o benefício, os jovens precisam apresentar a carteira ID Jovem impressa ou no celular juntamente com documento de identificação oficial com foto nos pontos de venda de ingressos e guichês de passagens para usufruir dos benefícios. Em caso de dúvidas, é possível entrar em contato pelo e-mail juventude@mdh.gov.br.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui