Foto: Reprodução/Internet

De acordo com estimativa da Riotur, mais de 700 mil pessoas passarão pelo Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, ao longo dos 7 dias de Rock in Rio. O festival acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro, e 3, 4, 5 e 6 de outubro.

Desse número, ainda de acordo com a Riotur, 420 mil devem ser turistas. Por dia, serão mais de 2 mil servidores transitando pela parte interna e externa. A área do evento é de 385 mil metros quadrados.

O prefeito Marcelo Crivella fez a assinatura do contrato de realização do evento ao lado do presidente da Riotur, Marcelo Alves, e do empresário Roberto Medina, mandatário do Rock in Rio.

”Não é fácil fazer um evento em um país que tem tanta burocracia. Vocês viram quantas licenças e precauções têm de ser tomadas. Sei que estará lá também o voluntarioso Ministério Público e a Defensoria para questionar. Mas o sonho supera isso tudo”, contou Crivella, durante entrevista em que foi detalhado o planejamento operacional para receber o evento.

Os ingressos para o festival estão sendo vendidos em 73 países. Canadá, Dinamarca, Emirados Árabes, Estados Unidos, Noruega, Polônia e Rússia são alguns deles. As principais vendas são de Belo Horizonte, Brasília e São Paulo, além do próprio Rio de Janeiro.

”Mais de 1,7 bilhão vai movimentar a economia, gerando a permanência de estrangeiros por até cinco dias, consumindo e vivendo tudo o que temos de melhor”, afirma Marcelo Alves.

Uma pesquisa do ”Hotéis Rio” mostra que a cidade já tem 70% de ocupação da rede hoteleira para a 1ª semana de festival. Os números são ainda maiores para a 2ª semana, atingindo em média 80%. Os bairros do Leme e de Copacabana, ambos na Zona Sul, têm os níveis mais elevados, atingindo 83%.

Barra é com a gente. Block Imóveis. #VemPraBarra

O empresário Roberto Medina pede que as esferas federais, estaduais e municipais se ajudem para que o Rio de Janeiro consiga ser a capital de turismo da América Latina.

”Esta cidade é inspiradora e tem uma vocação para o sucesso. Temos que ter esperança permanente”, disse Medina.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui