Store Closed por Chris Chan
Store Closed por Chris Chan

A queda das vendas e da atividade econômica, com inflação alta e desemprego, que tem inibido os consumidores, são os principais responsáveis pelo fechamento de estabelecimentos comerciais na cidade do Rio de Janeiro.

Segundo pesquisa do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio somente em janeiro deste ano 732 estabelecimentos comerciais do Município do Rio fecharam as suas portas, 37,9% a mais do que no mesmo mês do ano passado.

Em todo o Estado do Rio de Janeiro também em janeiro foram extintas 1.678 empresas, um aumento de 31,2% em relação ao mesmo mês de 2016.

Do total de 732 estabelecimentos comerciais que encerram as suas atividades em janeiro na Cidade do Rio, 265 foram na Zona Norte, 222 na Zona Oeste, 126 na Zona Sul e 119 no Centro, um crescimento total de 37,9% em relação ao mesmo mês de 2016.

O ano passado, entre janeiro/dezembro, mais de 4.700 estabelecimentos comerciais do Município do Rio encerraram suas atividades, 23,1% mais em comparação com o mesmo período de 2015. Em todo o Estado do Rio de Janeiro foram extintas mais de 11.950 em 2016, mais 25,2% em comparação com 2015.

De acordo com Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, o quadro econômico do país tem afetado profundamente o comportamento do consumidor influenciando a sua disposição para a compra. “Neste momento de incertezas, a primeira atitude do consumidor é reduzir os gastos, entre eles com as compras. Com isso o comércio lojista, já massacrado pelo peso da burocracia e da alta carga tributária acaba sucumbindo e não encontra alternativa a não ser o encerramento de sua atividade”, diz Aldo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui