Escravos da Mauá - Foto: Fernando Maia | Riotur

Mais de 500 mil foliões nos bloquinhos do fim de semana antes do carnaval, foi isso que a Prefeitura do Rio contabilizou nos 140 blocos que desfilaram de 22 a 24 de fevereiro de 2019. Isso porque não teve o Chora Me Liga, que cancelou seu desfile na 6ª feira. E, já sabe, para semana que vem, vai na nossa agenda dos blocos do Rio 2019.

Neste final de semana, a Comlurb recolheu 100,7 toneladas de lixo e multou 80 pessoas por jogar lixo no chão e 140 pessoas por fazerem xixi nas ruas. As equipes de limpeza atuaram com mais de 1600 homens no fim de semana para deixar tudo limpo no fim dos blocos. 

A Guarda Municipal atuou com 5493 homens nos cortejos. Neste domingo (24), foram realizadas 6 prisões e 4 apreensões em blocos na zona sul e oeste da cidade. 

Já a Coordenadoria de Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, recolheu 1485 itens como garrafas de vidro, bebidas diversas, camisas, adereços, facas, carrinhos, entre outros.

Na rota dos blocos, a Vigilância Sanitária percorreu a orla e inspecionou quiosques, bares e restaurantes. Mais de 200 estabelecimentos já foram vistoriados, sendo dois interditados, nesses 10 dias de pré-carnaval.

No trânsito, a CET-Rio teve 710 agentes trabalhando nas operações. No domingo, o trabalho começou ainda na madrugada com ações de rebatimento de semáforos, de placas aéreas e distribuição de material para os bloqueios.

Já a Seop rebocou 141 veículos estacionados em locais irregulares; 126 só no domingo (24).

Neste pré-carnaval o folião também contou com quatro postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde que garantiram a assistência dos foliões que precisam de cuidados. No sábado, foram realizados 48 atendimentos e apenas dois pacientes, com quadros mais graves, precisaram de transferência para hospitais da rede. Outros dois postos foram instalados pela Riotur para atender aos foliões da região da Barra e Recreio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui