Luís Roberto BarrosoCom a indicação do nome do constitucionalista Luís Roberto Barroso para o Supremo Tribunal Federal a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil mostra que é carioca, dos 11 ministros, 4 nasceram e 3 estudaram no Rio de Janeiro. Barroso (que falta ter o nome aprovado pelo Senado) e Luiz Fux tem como alma mater a UERJ, Marco Aurélio de Mello a UFRJe Ricardo Lewandowski a Faculdade de Direito de São Bernardo.

Barroso nasceu em Vassouras mas fez carreira no Rio de Janeiro, sendo um liberal nos costumes (pró-união civil homoafetiva, aborto de fetos anencefálicos e uso de células troncos), além de ter defendido o terrorista italiano Cesare Battisti. Além de advogado Barroso era Procurado do Estado do Rio de Janeiro.

Em uma questão bem cara ao carioca, os royalties do petróleo, Barroso elaborou a pdido do governador Sergio Cabral e da Procuradora-Geral do Estado, Lucia Lea Guimarães, uma ação direta de inconstitucionalidade contra a lei que modificou a distribuição dos royalties do petróleo. A petição pode ser lida aqui. O problema que ele pode ter de se declarar suspeito quando for julgada a ação, ou não, afinal se Dias Toffoli pôde julgar o mensalão…

Um fato interessante sobre a indicação de Barroso é que ele não tinha como padrinho Sergio Cabral, que apoiava o do STJ Luiz Felipe Salomão. Quem apadrinhava Barroso era o secretário-executivo da Casa Civil, Beto Vasconcelos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui