Foto: Reprodução Instragram

Novamente a história de racismo se repete no Rio. No último sábado (12/06), Matheus Ribeiro foi vítima de racismo ao ser acusado de roubar uma bicicleta elétrica. O instrutor de surf estava esperando sua namorada em frente ao Shopping Leblon, na Zona Sul do Rio para comemorar o Dia dos Namorados.

De acordo com o relato do instrutor, um casal o abordou, insinuando que ele teria roubado a bicicleta de um deles. Matheus Ribeiro só conseguiu provar que a bicicleta era dele quando, sem autorização, o rapaz que o acusava pegou o cadeado da bicicleta, tentou abri-la, mas não conseguiu.

Os momentos finais do ocorrido, foram gravados por Matheus Ribeiro e publicado em suas redes sociais. Em sua postagem no Instagram, o jovem instrutor diz:

“Eu não era alguém pedindo esmola ou vendendo jujuba… Um preto numa bike elétrica?! No Leblon???!Aaah só podia ser, eu acabei de perder a minha, foi ele…São coisas que encabulam o racista. Eles não conseguem entender como você está ali sem ter roubado dele, não importa o quanto você prove”.

Ainda não há informações se o instrutor de surf já registrou ocorrência na delegacia. Na tarde desta quarta-feira (14/06), o post na rede social já contava com mais de 79 mil curtidas e comentários incentivando Matheus Ribeiro a prestar queixa na delegacia.

A penalidade para o crime de injúria racial pode ser de um a seis meses de detenção ou multa.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

2 COMENTÁRIOS

  1. O casal deveria se dar por satisfeito logo quando o rapaz falou que era dele e argumentou exibindo fotos com a bike… Se fosse até aí. Mas ainda falar, insistir e usar a chave no cadeado do rapaz… Aí não tem como enxergar como grave.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui