O prédio da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 911, entre Bolívar e Barão de Ipanema, foi invadido por moradores de rua.

O DIÁRIO DO RIO tem sido voz solitária na luta contra as gangues de invasores de imóveis que vêm atuando nas zonas Sul, Norte e Centro da Cidade. Com pretextos tão diversos quanto “movimentos por moradia”, “direitos LGBTQ” ou mesmo a exploração de comércio no local ou a depredação para venda de ferragens, gradis, madeiras nobres e louças sanitárias, a verdade é que a invasão de imóveis no Rio de Janeiro virou uma indústria, como diversos casos que noticiamos aqui. Agora, a invasão ocorreu em plena Avenida Copacabana.

O velho prédio em estilo art déco, de número 911, entre as ruas Barão de Ipanema e Bolívar, foi invadido por um grupo de moradores de rua. O prédio fica localizado ao lado do Burger King, e está fechado há muitos anos. Segundo informações obtidas no Fórum do Rio de Janeiro, o imóvel seria objeto de uma disputa judicial entre herdeiros do empresário Wagih Murad, assassinado anos atrás pela chamada “viúva negra”. Fontes do mercado imobiliário dizem que o predinho estaria também à venda por 14 milhões de reais, valor considerado muito alto para o momento atual.

Segundo informações dadas pela Sociedade Amigos de Copacabana, os proprietários já teriam ingressado com ação possessória para retomar o imóvel, que aparenta estar em mau estado de conservação, dos invasores. A entidade afirma também que notificou a prefeitura do ocorrido, temendo consequências ruins até para os invasores, face ao estado do imóvel.

As invasões a imóveis não páram, e às vezes são muito lucrativas“, disse ao DIÁRIO o gerente da Sergio Castro Imóveis, Adriano Nascimento. “Os casos se multiplicam, e por vezes os invasores ganham valores vultosos até mesmo alugando o imóvel invadido, como fizeram com o prédio da antiga Hermes Macedo, na Avenida Brasil, onde mais de 20 pequenas lojinhas dizem pagar aluguéis chefes da invasão”.

As invasões no Rio de Janeiro se intensificaram após a polêmica decisão do STF que proibiu as reintegrações de posse no Rio de Janeiro, durante a pandemia, conforme noticiamos aqui.

32 COMENTÁRIOS

  1. Agorismo nessa porra! Tem que invadir mesmo se tiver abandonado, seus idiota, propriedade privada tem que tá sendo utilizada mesmo se tiver pra alugar, tem que tá pagando imposto pro seu deus estado! Vocês que não são a favor da invasão, eu torço pra que vocês com seus filhos vá pra rua da amargura e quero ver se tu não vai invadir um imóvel abandonado jogado as traças pelos os donos e pelo estado, seus imbecis, o que não falta é propriedade abandonada se deteriorando a anos e vocês com esse papo de privado com gente na rua e falo de famílias não de vagabundos como os burguês safados aqui relatam, tomará que vocês inumanos e desumanos não por que não querem ajudar por que isso é seu direito e ninguém pode ser obrigado a nada, agora ficar fomentando argumentação sem sentido tem que ser muito desgraçado e maldito na alma…!

  2. O país não pode mais combater a desigualdade social onerando mais quem trabalha e os mais pobres. Aumentar os impostos sobre imóveis vazios, dar fim social a imóveis abandonados, judicializados ou recuperados de ilícitos, taxar pesadamente as heranças e taxar as grandes riquezas é um caminho sem volta.

  3. Se eles foram morar nas ruas, é pq um dia tiveram casa. Mas com esse país governado por corruptos inescrupulosos está cheio de psicopatas insensíveis, não enxergam como cada dia aumenta o n de mendigos. Será que estes estão nas ruas por opção? Já pensou se um filho ou amigo teu vai morar na rua? Qual seria o seu sentimento? Ou vc tb é psicopata e não sofre com a dor alheia? Falta Humanidade e MENOS políticos LADRÕES.

  4. Um absurdo invasão de propriedade privada com certeza o proprietário trabalhou,sacrificou_se para adquirir seu bem.Ums vagabundos que vivem esperando cair do céu, não se preocupa com o futuro ,fica uma vida inteira de sacanagem esperando os benefício do governo.

  5. Vc que é canhoto a favor de invasão, e de milícia, no dia que tiver imoveis doe, ou divida seu quarto com um mendigo, se não tu és hipócrita, estude mais sobre a verdade, imoveis que tem IPTU há anos sem pagar é da prefeitura , este está em inventário, tem donos que lutam por ele.

  6. Várias pessoas na rua sem moradia. E prédios vazios, é mais inteligente pessoas ficarem nos prédios. Estamos passando por uma crise de moradia na cidade. E com a pandemia, famílias não estão conseguindo pagar seus aluguéis.

    • Acredito que sobretaxar imóveis vazios e dar fim social aos imóveis jucializados e públicos seria uma ótima saída. É sem ultrajar a propriedade privada como tantos exaltados falam por aí.

    • O problema é que geralmente os que invadem, vendem ou alugam para terceiros, são uns verdadeiros canalhas se aproveitam do proprietario e dos necessitados.

  7. STF como sempre, trabalhando a favor de bandido. O pessoalzinho da conversa de que imóvel tem que cumprir a função social, pode partilhar sua casa e seu conforto.

  8. Seus canalhas. Defendendo a propriedade privada antes da dignidade humana. Prédio tem que cumprir função social, vcs defendem especuladores enquanto seres humanos moram na rua.

    • Dá a sua casa pra eles morarem seu babaca.
      É por causa de pessoas como você, que o país tá na merda que está.
      Imbecil!
      Hipócrita do caralho!

  9. Quando os vagabundos invadirem propriedades de quem chamam os demais aqui nos comentários de fascistas, por ser contra invasões, será divertido!

    • Tem que ler a Constituição para entender por que há prédios vazios e fechados sem pagar IPTU, com dúvidas enormes e o que deve ser feitos com essas propriedades.
      Ficam postando besteiras.
      A lei é para ser cumprida.

  10. Os facistas, adoradores de miliciano, ficam com fogo no cu, quando a Suprema Corte, formada por gente qualificada, não atende seus caprichos de gente vagabunda!

  11. É com tristeza que vejo imóveis comerciais bem localizados mas sem destino, mal conservados e com briga de herdeiros – o que chama atenção de marginais.

    Gostaria que o Diário do Rio fizesse uma reportagem sobre 2 prédios esqueletos que estão em Copacabana como um na Rua Miguel Lemos no. 76 e Rua Santa Clara no. 87. Parecem construções embargadas há décadas e ninguém providencia nada.

  12. Como ser um país sério se a Suprema Corte é uma patrocinadora de desordem? Pra algo ficar zoneado no Rio de Janeiro não precisa de incentivo, se a Suprema Corte vem e patrocina… o que poderemos fazer? E depois há gente que fica amoada quando se pede impedimento dos ministros da corte.

  13. Os vagabundos do STF não sabem o significado de PROPRIEDADE PRIVADA?
    Só servem pra dar Habeas Corpus pra marginais?Pra isso os sustentamos?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui