Foto: Reprodução Redes Sociais

Situada em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro, a mansão de luxo do vereadorDr. Jairinho, que está preso desde 8 de abril acusado de ter matado com Monique Medeiros, o menino Henry Borel, de 4 anos, foi colocada à venda por R$ 3 milhões.

De acordo com informações do jornal Extra, o imóvel de alto padrão, localizado no condomínio Sítio Bom, conta com 11 quartos, seis suítes, piscina, churrasqueira, área de lazer, garagem para vários carros, entre outros espaços.

Para o veículo, Braz Sant’Anna, advogado de Jairinho, explicou que a propriedade não está em nome do seu cliente. Respondeu ainda que, embora não seja dele, pode “adiantar que desde o início do ano passado a mesma se encontra à venda”. E ainda disse que: “a pretensão de vendê-lo não tem o propósito de evitar eventual bloqueio para efeito de indenização”.

Segundo vizinhos, a casa ganhou a placa de “vende-se” em abril, logo depois que o caso veio à tona. O registro do imóvel feito no 1º cartório de Mangaratiba revela que a casa foi comprada por R$ 220 mil pela irmã de Jairinho, Thalita Fernandes Santos, em novembro de 2011.

Em janeiro de 2014 consta a incorporação da propriedade pela LML Participações e Investimentos S/A, na qual figuram como sócios a própria Thalita e o empresário Daniel Paulo Ribeiro de Carvalho, ex-cunhado de Jairinho, irmão de Ana Carolina Ferreira Netto. Ela é mãe de dois filhos do vereador.

No registro, a transação teria saído por R$ 450 mil, ou seja, se a casa for vendida pelo valor anunciado, o preço será mais de seis vezes superior ao que foi pago por ele há sete anos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui