Foto: Wikicommons

O Maracanã será palco da grande final da Taça Libertadores de 2020. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (17/10) na sede da Conmebol , em Assunção, capital do Paraguai. Ainda não foi definida data para a realização da grande decisão. No ano que vem, o estádio completa 70 anos de fundação.

O Maracanã venceu outras arenas que estavam na disputa, como o estádio Mario Kempes (Córdoba – ARG), Estádio Nacional de Lima (Peru) e os brasileiros Mineirão (Belo Horizonte), Arena do Grêmio e Beira-Rio (Porto Alegre) e Morumbi e Arena Corinthians (São Paulo).

Esta será apenas a segunda vez na história da Libertadores que o campeão erguerá a troféu na cidade do Rio. A única, até agora, foi em 2008, quando a LDU, do Equador, venceu o Fluminense nos pênaltis.

O estádio recebeu outras duas decisões da maior competição do continente sul-americano. No entanto, eram partidas de ida, abrindo a final. Em 1963, o Santos venceu o Boca Juniors, da Argentina (depois, na volta, derrotou o Xeneizes em La Bombonera e ficou com o título). Em 1981, o Flamengo bateu o Cobreloa, do Chile, em Montevidéu – após empate no saldo de gols nas partidas no Maracanã e no Estádio Nacional, a decisão foi para um terceiro jogo, em campo neutro.

A final da Libertadores 2019 acontece no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. A cidade de Córdoba, na Argentina, irá sediar a final do Copa Sul-Americana.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui