Marcelo Crivella - Foto: Reprodução

O ex-prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), não está mais de tornozeleira eletrônica, de acordo com informações da BandNews. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, o político esteve no plantão da Central de Medidas e Penas Alternativas nesta segunda-feira (15/02) para remover o aparelho.

A princípio, devido ao feriado de Carnaval, a retirada do aparelho estava marcada apenas para quarta-feira (17/02). A medida ocorre após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, que revogou a prisão domiciliar do político em decisão liminar.

Segundo o documento, não há justificativas suficientes para manter a prisão domiciliar, principalmente por ele já ter deixado o mandato de prefeito. A decisão reforça que o ex-senador está proibido de sair do país e que deve comparecer periodicamente à Justiça.

Investigado por participação no “QG da Propina” na Prefeitura do Rio, Crivella ficou preso 1 dia em Benfica, e depois foi levado a prisão domiciliar em 23 de dezembro. Desde então, ele é monitorado por tornozeleira eletrônica. Além disso, Crivella foi afastado do cargo de Prefeito do Rio, tanto que quem fez a troca de cargos a Eduardo Paes (DEM) foi o então presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Jorge Felippe (DEM).

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui