Vai acontecer no dia 4 de maio uma "Passeata pró-maconha" que vai ser feita, é claro, por maconheiros, viciados, usar o termo usuário é diminuir o fato deles serem criminosos. O maior problema de nossa cidade é derivado do tráfico, basta ver que hoje a violência carioca está nos morros, na guerra entre policiais e traficantes.

A cada cigarrinho que eles puxam, é uma família de policial que sofre. É alguém que mora nessas comunidades que não pode ir a escola por causa do traficante que morreu.

Há desculpa dos viciados é que legalizando acaba o tráfico! Ok, vamos dizer que acaba, mas como ela não é legalizada, o tráfico continua, a violência continua. Será que isso vale pelo prazer de dar uma tragada?

Cadê aquelas ONGs que ficam lembrando toda hora da violência? Porque no dia da passeata não mostra a cada um dos maconheiros o que causa o vício deles?!

O pior é quando eles dizem que maconha não é droga, não vicia e não dá sequelas… Hipócritas, demagogos!

Desculpe pelo desabafo, voltemos a nossa programação normal.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui