Mariana Ribas
Reprodução internet

O PSDB deve lançar como pré-candidata a prefeita do Rio em 2020 a ex-secretária de Cultura de Marcelo Crivella (PRB), Mariana Ribas, é o que informa a colunista Berenice Seara/Extra.

Ribas era Secretaria de Crivella até hoje, 6/8, quando pediu exoneração do cargo, cargo em que ficou apenas 7 meses. O motivo dado para deixar a gestão do Bispo era que este não estava repassando as verbas necessárias para manter os principais equipamentos da pasta funcionando até o fim do ano. A Secretaria municipal de Cultura teve o orçamento reduzido de R$ 84 milhões em 2018, para R$ 70 milhões em 2019. Denúncia que perde força pela sua candidatura.

Com 36 anos, Ribas é formada em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo Cultural. E trabalha em gestão pública há mais de 16 anos, tendo começado como estagiária da Secretaria Municipal de Cultural em 2003. Entre os cargos mais importantes está a presidência da RioFilme na gestão de Eduardo Paes, secretária executiva e secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura no governo Temer e até assumir a secretaria de Cultura, era diretora da Ancine.

A candidatura de Ribas foi conduzida pelo atual presidente do PSDB do Rio, Paulo Marinho e estava sendo conduzida há 40 dias. De acordo com Berenice, Marinho a levou para São Paulo para passar pelo crivo do presidente nacional dos tucanos, governador João Dória e de seu conselho político.

A candidatura será lançada num grande evento no dia 10 de setembro, na casa de Marinho, no Jardim Botânico. Com a presença de Doria e de outros tucanos ilustres.

Além de Mariana Ribas, outro ex-secretário de Crivella que é pré-candidato a prefeito do Rio é Paulo Messina, ex-braço direito do Bispo. E sua candidatura acaba com outras que podiam ser pelo PSDB, como o próprio Messina, além de Eduardo Paes e Bebbiano.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui