(Foto: Divulgação IAB/RJ)

A Marinha anunciou o resultado do concurso realizado para selecionar o projeto arquitetônico do Museu Marítimo do Brasil. A vencedora foi a equipe foi elaborada por uma equipe de São Paulo, liderada pelo arquiteto Rodrigo Quintella Messina. coordenada pelo arquiteto e urbanista Rodrigo Quintella Messina, de São Paulo-SP, conquistou o primeiro lugar no certame, que teve 110 estudos preliminares entregues. Ao todo, 191 equipes, distribuídas por 17 estados do país, candidataram-se para enviar projetos – um recorde na história das chamadas públicas do IAB/RJ.

O Museu Marítimo do Brasil será construído no Espaço Cultural da Marinha, localizado na zona portuária do Rio de Janeiro, próximo à Praça XV. Ele será voltado para promover o conhecimento sobre a história marítima que está intrinsecamente ligada à formação do país. A estrutura contará ainda com um auditório, um restaurante e uma cafeteria.

Os detalhes do concurso para a definição do projeto foram anunciados em junho. O processo foi conduzido em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). O vencedor foi anunciado de forma virtual, nesta sexta-feira (09/08) por meio de uma live, na qual foi lida a ata com o resultado.

O projeto apresenta uma composição formal simples e, ao mesmo tempo, potente. Ao longo do pier, o edifício que contém exposições e acervos é horizontal, permitindo a visada para a baía. Em terra, o edifício de acesso e atividades educativas coloca-se atento às proporções dos edifícios do entorno“, diz o documento. A ata também registra recomendações do júri para a fase de aperfeiçoamento do projeto.

O Museu Marítimo do Brasil será mais um equipamento cultural construído dentro do processo de revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro. Ficará próximo ao Museu de Arte do Rio (MAR), inaugurado em 2013, e ao Museu do Amanhã, que abriu as portas em 2015. Sua localização também permite o diálogo com outros espaços do complexo cultural existente na região central da capital fluminense, como o Museu Histórico Nacional, o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) e a Casa França-Brasil.

1 COMENTÁRIO

  1. Meus parabéns ao projeto vencedor. Sem dúvida será uma grande opção de revitalização da área juntamente com locais culturais de grande importância para a cidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui