Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

Sobre o carnaval em 2022 o DIÁRIO DO RIO já fez editorial se posicionando favoravelmente.

Eu não acho nada. Não estou emitindo opinião. Não é minha visão. Que fique claro. Numa pesquisa qualitativa, feita na tarde desta quinta-feira (25/11), com um grupo de 10 cariocas, algo foi unânime: se o Carnaval do Rio propiciar um novo surto de Covid, o prefeito Eduardo Paes será o responsável direto pelas consequências. Não será Cláudio Castro. Não será Bolsonaro. Vai cair tudo na conta do Dudu.

As notícias que vêm da Europa, a 4 meses do nosso Carnaval, são assustadoras. Não só da Europa, especialmente da Alemanha. Mas também a nova variável, mutável, da África do Sul. Mais de 50 cidades brasileiras – e aumentando – já desistiram da folia. São Paulo, Salvador e Rio ainda insistem na pajelança. Tem tudo para dar ruim.

A OMS, a Fundação Oswaldo Cruz, todos os comitês científicos relevantes do Rio, todo mundo já alertou. Não é hora de aglomeração. O campeonato brasileiro, com estádios lotados, vai terminar na hora certa. Mas temos aí um réveillon, uma espécie de pré-teste para o possível caos do carnaval.

Enquanto se apregoa uma quarta nova e potente onda de Covid, a administração municipal comemora dias de baixa mortandade de Covid, incentiva os não vacinados a se vacinar e reitera que o pior já passou.

Mas passou mesmo? A aglomeração carioca nesse momento é total. Muita gente na rua, carro de turista que não acaba mais, trânsito caótico, mostrando que o Rio engarrafou de gente.

Se Eduardo Paes pode conhecer seu pior calvário em 2022, ele não pode se dizer do presidente Jair Bolsonaro. Ele já declarou que é contra o Carnaval 2022, lembrando aquele migué de que o STF decidiu que governadores e prefeitos têm autonomia para decidir sobre os rumos da Covid. Se o migué não pegou em 2021, muito por conta das centenas de frases estapafúrdias e sem nexo de Bolsonaro, desta vez pode pegar. O presidente pode lavar sua fama de genocida e sujar a de Eduardo Paes e de quem mais pular feliz na passarela.

É surreal, mas a realização do carnaval carioca pode ser a chave de virada de Bolsonaro rumo à reeleição. De antivacina, ele pode reforçar, na cabeça do eleitorado mais conservador, o cara que segue contra o sistema. Essa linha é a única que sustenta firme seus votos. O presidente contra o sistema. Ainda que saibamos que não é verdade.

O fato é que na pesquisa qualitativa que fizemos há um medo real da volta da Covid, há um medo real do que pode acontecer pós-Carnaval e a certeza de que jamais se poderia autorizar um evento dessa magnitude na cidade, com centenas de blocos e milhões de turistas nas ruas.

Corremos o risco de, em vez de entregar a chave ao Rei Momo, à Covid e suas variáveis e variantes, fecharmos todas as portas de 2022. No fim das contas, a chave poderá abrir outra porta. Ou melhor, mantê-la com o mesmo dono: Jair Bolsonaro. O Carnaval pode ser a chave de sua possível reeleição.

17 COMENTÁRIOS

  1. Vocês são burros ou se fazem de burros? Tudo, mas tudo vocês jogam a culpa pra cima do Presidente. Ele não é negacionista, ninguém é negacionista. O que a maldita imprensa gosta é de tocar o terror. O esquema está montado: carnaval, covid e o maldito lockdown. Depois de tudo arruinado, falências, economia destruída, vocês vão jogar a culpa pra cima de quem nós já sabemos. Bandidos.

  2. Bozo está se colocando contra a realização do carnaval não porque pense na saúde da população, afinal ele flerta com a morte desde sempre: não queria radar nas rodovias, foi a favor da retirada da cadeirinha de segurança para criança, continua perseguindo os povos indígenas, contribuindo para sua exterminação, além de dificultar todo o esquema vacinal do país. Por acaso esqueceram os pronunciamentos desse personagem durante os picos da pandemias? Pensem, reflitam, essa gente que compõe o governo odeia povo, mas usa a pobreza para pousar de bons governantes. Mas bozo realmente não quer o carnaval porque a massa denunciaria todos os desmandos do seu desgoverno, muitos hinos seriam entoados contra ele e o mundo inteiro veria, uma vez mais, o quanto o povo tem sido vitimado por esse presidente truculento, irresponsável, sem projeto de governo, sobre esse improvisador de medidas governamentais, sobre sua manipulação de planos cruéis contra os interesses da população, com a ajuda escandalosa da Câmara de Deputados. São tantos erros que haveria enredo de sobra para muitas escolas de samba e blocos carnavalescos. Isso é o que faz esse personagem aterrorizante opinar contra o carnaval. Mas o diabo não opera sozinho, ele tem os seus mediadores. São os demônios naturalmente que o ajudam a fazer o serviço sujo. Portanto, olhem-se no espelho e se perguntem se vocês se identificam com o bozo. Se sim, saiba porque o seguem. Ninguém defende satanás se não se identificar com todas as suas crueldades e atrocidades faladas e praticadas. O cara só tem projeto pessoal para ele e os seus descendentes, o país que exploda, que seja desmatado, que o número de assassinatos cresça exponencialmente, que a malária assole e mate os povos indígenas, que os desempregados atinjam a metade da população, que a fome volte a ocupar o seu respectivo mapa, que a inflação seja a maior do história do país, que a justiça seja comprada, que as forças armadas sejam o seu quintal, que as doenças erradicadas voltem ao noticiário diário, que se calem os professores, os jornalistas, que as universidades sejam sucateadas, que a arte seja calada, expurgada, que a minorias sejam castigadas e mortas, que a democracia seja corrompida e extinta… Triste ainda é ler quem o defenda, muito triste! Para colocar os seus planos em andamento Bozo faz qualquer coisa, pois o seu objetivo é se manter no poder e continuar destruindo o país. Como todos sabem, ele sequer assume a responsabilidade pelos os seus atos, ao invés disso se tornou perito em culpabilizar prefeitos, governadores, o STF, a população, e os comunistas que somente uma mente conturbada identifica. Aliás, antes que eu esqueça, o projeto de poder dele inclui exercer total domínio sobre os ministros do STF ou dissolvê-lo.
    TEMOS PLENA CONSCIÊNCIA QUE O CARNAVAL NÃO É RECOMENDÁVEL. MAS O PROJETO DESSE SUJEITO É EVITAR QUE A PODRIDÃO DO GOVERNO SEJA O SAMBA ENREDO MAIS CANTADO NO PAIS E NO MUNDO JUSTO EM ANO DE ELEIÇÃO. E, COMO A PROBABILIDADE DE UM CARNAVAL EM 2022 SER O ESTUPIM PARA UMA NOVA ONDA DE CONVID19, OPINAR CONTRA A REALIZAÇÃO DA FESTA O COLOCA COMO UM BOM FEITOR, PREOCUPADO COM A SAÚDE DA POPULAÇÃO.

    XÔ, XÔ SATANÁS!

  3. Boa tarde a todos, temos que preservar nossas vidas precisamos pensar nas vidas não asa família sabemos que milhares de pessoas precisam trabalhar no carnaval ou fora dele, mas a vida é a melhor escolha para nós. O carnaval é uma festa de 4 dias, passa rápido né então nossas vidas em primeiro lugar. Temos 365 dias para viver queremos isso não podemos perder por 4 ou 5 dias, precisamos ser conscientes quanto a isso. Se mesmo que todos tenham tomado a vacina deixa o carnaval para 2023 é a melhor coisa. Vamos ser responsáveis. Um abraço.

  4. Perfeito, Jorge Soutilho e Neolight. O PR se manifestou contra essas aglomerações desde fevereiro de 2020, quando pediu para cancelar o carnaval, e quem insistiu nisso foram Governadores e Prefeitos, com o aval dos IluMinistros. Agora, Carlos, não chame de negacionista quem não quer tomar ESTA picadinha do capeta. Pra ser considerada uma criança, o dono do sêmen (pai) deve esperar 9 meses pra tirar da barriga da mãe e “colocar sua criação no mercado”! Se ele resolver tirar com 4 meses e querer registrar como vivo, será chamado de louco, pois a “criança” estará morta, pois ainda não estava completa, mas ainda em formação! Agora, como os criadores desse composto querem chamar aquele líquido de V@cina? Pra ser chamada de v@cina, o tempo e as fases precisam estar maturados num tempo não inferior a 4 anos, que foi a que levou menos tempo para ser criada! Se vc quer tomar isso, é por sua conta e risco, pois NINGUÉM (nem o fabricante e nem a Anvisa) lhe resguardará. O seguro contratado para TODO o Brasil são de risíveis 10 milhões de reais! Então….vá a luta, mas não me leve com vc!

  5. 1: “Pesquisa” com amostra de 10 entrevistados: piada;
    2: O “migué” de que o STF deu autonomia aos prefeitos e governadores sobre decisões acerca do combate ao COVI-19 é a MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 6.341, podem procurar na internet;
    3: Fama de genocida do Bolsonaro: só existe nas redações dos jornais e nas salas de universidades, nunca ouvi isso do povão;
    4: Bolsonaro NUNCA foi antivacina, só não quer uso de vacinas sem autorização da ANVISA, prova disso é que o Gov. Federal comprou TODAS as vacinas aprovadas pela ANVISA;
    5: ser o “cara que vai contra o sistema” não é a única coisa que mantém Bolsonaro favorito entre os conservadores, é uma pauta extensa e sólida, como liberdade de defesa, comércio, educação e expressão;
    6: o autor confessa que está mais preocupado com a reeleição de Bolsonaro do que com o covid-19, é o cúmulo apesar de não ser novidade. Preferem que muito mais pessoas morram do que ver o Brasil sob a liderança de Jair Messias Bolsonaro vencer essa doença maldita.

    Não sei se o autor do texto ganhou algo pela publicação, mas este jornal parece estar desesperado por conteúdo por publicá-lo. Nunca pensei que fosse tão fácil ter um texto num jornal.

  6. TUDO COLOCAM A CULPA NO NOSSO PRESIDENTE…ELE SE DEUS QUISER ? VAI SE REELEGER SIM…E DEUS QUER…VCS VÃO VER ??????????????????????????????????????????????

  7. Isso aí.. Vamos impedir que o país caia nas mãos do Bolsonaro novamente.
    Vamos impedir o carnaval e entregar de volta ao seu verdadeiro dono: Luis Inácio Lula da Silva.
    Que texto viagem. Texto de quem fala muito de democracia mas até agora não aceitou uma escolha da maioria que não foi a sua.
    Não acho perfeito o governo Bolsonaro, mas é muito fácil tacar pedra em quem atravessou uma pandemia durante o governo enquanto outros tiveram tempos mais tranquilos para executarem.
    Dizer que A ou B seria diferente nessa pandemia é pura utopia.
    Lula livre! Ouvi um amém, igreja? Espero que não.

  8. E quando os casos graves que chegarem aos hospitais começarem a revelar que os Antivax, não vacinados, são os internados da vez?

    Na real, tem muita gente só aguardando ver “darwin” atuar. E sejamos honestos: Paes tem mais 3 anos de mandato, e Bolsonaro, se não fizer milagre com a economia, dará tchau em outubro.

  9. E quando os casos graves que chegarem aos hospitais começarem a revelar que os Antivax, não vacinados, são os internados da vez?

    Na real, tem muita gente só aguardando ver “darwin” atuar. E sejamos honestos: Paes tem mais 3 anos de mandato, e Bolsonaro, se não fizer milagre com a economia, dará tchau em outubro.

  10. O que me Revolta são esse bando de negacionistas que insistem em não tomar a vacina..?
    O lockdown está voltando graças à esse grupo que está atrasando o fim da pandemia, pessoas idiotas e sem amor pela vida..?. O total de mortes, 95% são de não-vacinados. O objetivo da vacina é evitar mortes e internações e não evitar o contágio. Se ninguém quisesse se vacinar, estaríamos sem leitos nos hospitais e o mesmo caos do ano passado. Portanto, vamos nos vacinar pra liberar leitos, evitar lockdown e fazer girar a economia novamente.! ??. Fico triste ao ver o pessoal defendendo o Réveillon e Carnaval recém saído de uma pandemia em que quase 620 mil pessoas se foram, o Carnaval do próximo ano tinha que ser cancelado em respeito às vítimas, afinal não há nada para festejar, e para evitar uma possível terceira ou quarta onda, agora veja a hipocrisia, os mesmos que estão querendo comemorar o Réveillon e pular Carnaval, depois caso aumente os casos novamente, vão estar reclamando da falta de emprego, volta do uso de máscara, tudo fechado etc, o povo brasileiro não tem concerto e noção das burrices que fazemos sempre, infelizmente.. Pois só os políticos e secretários corruptos, são os que desvia milhões de reais da saúde pública e matando milhares de pessoas ..
    Essas prefeituras e governadores tinha que cancelar o Réveillon e Carnaval, antes que comecem toda as centenas e milhares de mortes pela COVID-19 e a sua mais nova e forte variante ..
    Esperar um pouco mais com saúde é melhor do que encher os hospitais e cemitérios outras vez nesse nosso sistema tão horrível de saúde ??

  11. Gente, o Presidente de qualquer forma é evangélico e não brinca Carnaval.
    .. Exigir Passaporte nos Aeroportos, seguir em frente.
    Serviços e os empresários precisam dos eventos.
    Os estádios já estão lotados.
    Sim, Carnaval e Réveillon.

  12. Ao alcaide foi dada a competência e autoridade da caneta executiva para o Reveillon e o Carnaval. Referendado pelo STF, o tribunal conferiu a autoridade. Quem recebe autoridade recebe também a responsabilidade.O MÍNIMO que se pode esperar é que o sr. prefeito segure a bananosa da responsabilidade política caso pela decisão dele de manter as duas FESTAS opcionais… explodam-se os casos.

    Responsabilidade política, diga-se, porque obviamente não podemos conferir ao prefeito a responsabilidade sobre eventuais mortes, afinal: 1) ele não é o próprio vírus e 2) as pessoas que forem aos eventos terão sua quota de culpa por aumentarem seu próprio risco em algo eletivo.

  13. Esse pseudo jornalista, esta mais para lacrador do que outra coisa, palavras que ele usa demonstra cabalmente a quem ele serve.
    Realmente acho desnecessário a realização do carnaval, no entanto, jogar o presidente nesta jogada e o tipo de sujeira dos que não possuem argumentos, afinal o governo federal sempre fechou sua posição contra o fechamento do comercio seja formal ou informal, industria, enquanto esse lacrador com ajuda dos amiguinhos deles era tudo a favor para arrebentar com o Brasil. Portanto, genocida, caso essa palavra pode ser aplicada, esta com os governadores, prefeitos e stf que realmente administraram o combate a pandemia de forma desastrosa e imprudente. POVO NÃO E BURRO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui