Foto: Anderson Riedel

Está lançada, com pompa e estardalhaço, a candidatura de Luciano Hang  a qualquer coisa – quem sabe à presidência da República? Vi, revi, acompanhei toda a repercussão na TV e na internet e ressalto, sem dúvida, que nesta quarta-feira (29) imprensa e CPI da Covid elevaram a estatura do empresário, dono da Havan, a uma estatura política que não tinha até então.

Hang abrilhantou-se vestido de político. Contou sua história de sucesso, mostrou que durante a pandemia não fez corte de pessoal – passou de 20.000 para 22.000 funcionários, defendeu a democracia, a liberdade de expressão e teve que defender, vejam só, até a mãe.

Confesso que, depois de tudo que vi, até agora não entendi por que Hang foi convocado para a CPI. Se sua mãe recebeu tratamento precoce ou preventivo, se seu atestado de óbito foi de Covid ou se bancou kit Covid, oras, nada disso é crime. Se fosse, deveriam mandar prender milhares de brasileiros que nesse momento fazem o mesmo.

É muito claro, e digo isso agora vestido do jornalista que fui a vida inteira, que a imprensa brasileira está morta e perdida em raiva, em ódio, em vingança. Perdeu a capacidade de fazer análises com isenção, perdeu a autoridade para comentar o cenário político. É inaceitável, inacreditável, absurdo em todos os níveis, por exemplo, o comentário da apresentadora Aline Midlej, da GloboNews, ao senador Renan Calheiros, que virou um santo a ser ouvido nessa jornada da Globo. Disse a moça a Renan: “Senador Renan Calheiros, muitíssimo obrigada pelo tempo. Boa sorte amanhã. Bastante CORAGEM para seguir adiante. Estaremos ligados na transmissão da GloboNews”. Esse é o retrato do nível – baixo – de engajamento da imprensa. Aline, eu vi depois, derrama insanidade em seus comentários. É, de fato, uma torcedora. Não uma jornalista de verdade.

Vivemos o pior momento da história da imprensa. Não temos mais a possibilidade de assistir a um jornalismo isento. Só torcida. De um lado, a torcida contra Bolsonaro. Do outro, a favor. São poucos os analistas que enfrentam essa onda gigante de manipulação das informações, que achata qualquer tipo de pensamento distinto do antibolsonarismo.

Passei horas e horas tentando entender o crime praticado por Hang. Seus posicionamentos e as acusações que lhe faziam soavam como debate ginasial. Hang tem álibi para qualquer coisa porque desde 2018 registra em suas redes sociais todas as suas posições. Ou seja: ele basicamente reiterou na CPI da Covid tudo o que já dissera centenas de vezes a quem o acompanha na internet.

A tentativa tresloucada de criminalizar quem pensa diferente tem apenas uma vítima – e isso tanto a imprensa quanto a CPI da Covid e até os nossos artistas não entenderam ainda – eles mesmos. Quanto mais a narrativa antibolsonaro cresce com pilares risíveis, mais os bolsonaristas reforçam suas posições.

Hang, diferentemente de Bolsonaro, é trabalhador. Hang, diferentemente de Bolsonaro, é um empreendedor. Hang, diferentemente de Bolsonaro, fez de tudo para ajudar as vítimas e familiares das vítimas. Hang, diferentemente de Bolsonaro, apoiou a vacina, abrindo os estacionamentos de suas lojas para pontos de vacinação. Hang, diferentemente de Bolsonaro, sabe construir seus discursos, seus textos, o começo, o meio e o fim. Hang, diferentemente de Bolsonaro, nunca usou os filhos para construir patrimônio ilegalmente.

O fato é que Luciano Hang saiu gigante dessa CPI e muito maior do que Bolsonaro. E se, como querem e torcem os jornalistas, o atual presidente desistir da candidatura em 2022, já tem um substituto natural.

O problema é que agora, como psicopata que é, Bolsonaro pode começar a enxergar Hang como inimigo. E aí… sabe-se lá o que poderá fazer contra o suposto aliado-amigo.

Olho vivo, Hang.

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

20 COMENTÁRIOS

  1. Estava indo tão bem…Ora, somos Patriotas Liberais-Conservadores. Os exemplos: Bolsonaro é o guerreiro patriota. Luciano Hang o empreendedor que representa o Liberalismo. Fechando a tríade, que se considera com a unção de profeta, não de rei, Silas Malafaia, pelo lado conservador.

  2. Mario Marques,
    Que exemplo é o gnomo verde? Passado limpo? Como Bolsonaro com seus crimes que a Imprensa oportunista de cativeiro fez questão de ignorar durante a corrida Eleitoral, tudo para não enfraquecer o movimento da direita?

    Olha aí o passado do seu candidato.

    Mantida condenação de diretor da Havan
    29/04/2003
    A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região confirmou, por UNANIMIDADE, a condenação do dono da Havan (…) Luciano Hang, que, segundo a denúncia, reduziu ilegalmente as contribuições previdenciárias e acessórias de funcionários das duas empresas entre outubro de 1992 e agosto de 1999.

    https://www.trf4.jus.br/trf4/controlador.php?acao=noticia_visualizar&id_noticia=1651

    Imagina quantos empregados e ex-empregados tiveram uma surpresa desagradável ao tentar se aposentar… afinal, o valor recolhido menor, aposentadoria menor…

    • O véio condenado em duas instâncias se safou apenas porque prescreveu o crime durante o longo caminha da lenta Justiça brasileira, claro, com a ajudinha da lei que estabeleceu prazo prescricional pela metade para maiores de 70 anos .

      Só no Brasil… ainda mesmo essa semana o Tribunal Penal Internacional está julgando uma ex-secretária do campo de concentração na Alemanha que tem idade de quase 100 anos.

    • Provavelmente ninguém se frustrou – porque sabia da prática, que é comum em todos os pontos cardeais destes Brasis afora. Sendo prático, é como se contrata dentro de um sistema feito para gerar desemprego estrutural (CLT). Uma empresa de lucro real tem mais de 100% de encargos trabalhistas: contrata-se 1, pagam-se 2. Nada de novo sob o sol.

        • Você já denonstrou ser funcionário público em outras postagens. Seu salário depende dos impostos pagos por quem produz. Por isso faz tanta questão de que os outros paguem os insanos impostos sobre o trabalho. E por isso que se escandaliza tanto com a prática corriqueira destes Brasis. O ponto é que se não se faz isso não se contrata. É inviável. Mais de 100% de encargos pra sustentar uma máquina estatal que na grossa maioria gasta em quê? Salários de funcionários públicos.

          • Se insano impostos você, então, tem muito ainda que estudar…
            Quem suporta mais impostos, as classes altas ou as baixas?
            Deve ter observado que os ricos durante a pandemia tiveram acréscimo do patrimônio.
            Da outra parte, são mais de 14 milhões de desempregados. São mais de 30 milhões no informal. Muitos tantos trabalhadores como desempregados sem acesso à capacitação e formação, de qualidade. Sobre a classe empresária certamente há muitas desproporcionações como mesmo em qualquer meio, privado – tal como o público.
            Sobre o serviço público. Deve saber que quem teve que arcar com aumento da contribuição não foram militares, inclusive policiais. Quem está sem reajuste inflacionário (não é aumento salarial) não são o pessoal da segurança – nem empresas com contrato com a Administração Pública, que tem tido regularmente reajuste anual dos seus contratos. Nem ficaram sem reajuste os parlamentares, juízes, secretários e ministros de governo, governadores, prefeito e presidente.

  3. Vou resumir o texto: o jornalista Mario Marques simpatiza com Hang e quer votar nele a todo custo. Sugiro ao nobre cidadão se mudar pra Santa Catarina, talvez assim possa eleger esse sujeito asqueroso pra algum carguinho federal.

  4. Santa Catarina teve seu último postulante a presidente o Esperidião Amim, em 1994. Luciano Hang provavelmente vai se candidatar a Senador por aquele estado e irá ganhar de goleada. Santa Catarina é um estado muito simples na sua conjuntura social: trabalhe primeiro, conte sua história depois. Não à toa que vem crescendo tanto. Aqui no RJ fazemos o contrário: falamos muito primeiro e não trabalhamos pra entregar depois, daí nossa decadência.

    A CPI está vergonhosa, no sentido de ter virado um sistema persecutório apenas e uma vitrine para políticos de baixa relevância. A sessão com o Luciano Hang foi um tiro pela culatra na cara desses políticos e um golaço de placa para Hang, que os pôs todos na algibeira verde-amarela do terno.

    Quanto ao comentário do Sr. Marques sobre a imprensa em geral, sim, concordo. Ela decidiu morrer ao decidir conscientemente simplesmente odiar pessoas e enviesar suas análises para destruir desafetos ao invés de informar. Infelizmente hoje o jeito melhor de ficar desinformado é assistir a um telejornal ou ler uma Folha de São Paulo.

    Quanto à pessoa do Sr. Marques, desejo muita saúde e paz, porque a partir de hoje as legiões de demônios das redes sociais irão lhe encher a paciência, lhe xingarão muito e rogar-lhe-ão mil pragas por ter tido a ousadia de escancarar o óbvio que se passa em nossos dias. Entretanto, foi de muita valia. Parabéns.

    • Aquele empresário um sonegador de impostos e aproveitador com mais de 50 empréstimos do BNDES, ainda tendo constrangido seus empregados (porque eram seus, segundo ele mesmo) à participarem de ato em prol de candidato por ele apoiado na época das Eleições.
      Isso é criminoso tanto quanto o candidato apoiado.
      As pessoas, ou ignoram, ou se enxergam por elas mesmas, isto é, praticaram os mesmos crimes, os fins (ascensão, poder e riqueza) justifica os meios.
      Nós somos o país culturalmente conhecido no exterior como país do jeitinho, da malandragem. De bom exemplo só o skate.

  5. Ele queria mesmo ser preso, porque o palco já estava garantido, faltava a transformação em mártir, como acreditar em uma figura patética, q participou da eutanásia da própria mãe, em apoio à mentiras sobre medicação ineficaz.

  6. Fui concordando com quase tudo. No final, o articulista se comportou como os demais jornalistas e, não resistindo, se confessou torcedor.
    No geral, a analise esta perfeita.

  7. Hang mostrou à CPI que o Brasil tem dono: os brasileiros que trabalham desde o tempo em que criança não era protegida por lei.
    Guerreiros de verdade.

  8. Comentário de quem sabe o que fala.
    Não tem mais jornalismo isento.
    Bem que a gente procura uma boa opinião sobre o sistema, a política, economia, está difícil encontrar.
    Nem os jornalistas cascudos, de longa estrada conseguem mais opiniões interessantes que faça-nos que refletir.
    Hang passou a régua e criou uma grande narrativa – que deixaram os jornalistas de pires na mão.
    Acho que mostrou como vencer na vida trabalhando, certos detalhes, é a vida do dia a dia de um empresário no Brasil.
    Mostrou que comer às custas de governo é fácil.
    Realmente vai se candidatar ao que quiser.

  9. Estou achando que é o próprio jornalista Mario Marques que está exaltando o empresário Luciano Hang. O Golum da Havan pode ser ser tudo isso e muito mais, só que por trás de uma grande riqueza há um crime cometido.

    Como o próprio Golum disse ser disléxico. Geralmente, todos os disléxico tende a ter inteligência acima da média dos “normais” por diversos fatores. E uma delas, é que a sua mente está sempre em ebulição. Ele não pode parar de pensar, e se parar entra numa Seara de uma profunda confusão mental. Enfim… O Luciano Hang não vai trair o seu Mestre que o está preparando para o Senado ou para o Governo de Santa Catarina.

  10. Realmente o Luciano Hang surpreendeu tudo mundo.

    Da direita,do Centro,da esquerda e da imprensa.

    Ele tem uma inteligência acima do normal.

    A inteligência dele pode ser comparada a Bill Gates,Steve Jobs,Von Braun e até mesmo a de Einstein.

    Se ele fosse morar nos EUA,ele seria visto como um gênio.

    • Aqueles que praticam modalidades de crime do colarinho branco costumam ter uma malandragem muito acima da média.
      Não sou eu que digo. Está nos livros de Direito e Psicologia.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui