Marroni Alves: A falta do Censo leva à falta de senso

Reprodução internet

Ninguém melhor que o pobre para falar em cortes no orçamento. O arroz, feijão, gás tudo tá caro. O governo já demonstrou interesse que não deseja saber disso. A pergunta é: como governar um país que você não conhece?

O Ministro da Economia Paulo Guedes tem dado declarações menosprezando o trabalho, questionários e importância do Censo para o desenvolvimento do país. Sem argumentos para desconstruir o trabalho do IBGE, usa como justificava que em países desenvolvidos fazem doze ou treze perguntas, enquanto no Brasil esse questionário passa de 360 questões, o que é uma inverdade.

Muita gente desinformada, vem concordando com as balbúrdias pregadas pelos membros do governo. Dão razão ao discurso de Bolsonaro/Guedes e começam a partidarizar o Censo, o IBGE e os servidores. Para essa galera é necessário uma informação: não existe censo petista, quem faz o censo é o IBGE, sempre existiu e é feito de dez em dez anos. Será que o Censo feito em 1872, ainda no Brasil Império, foi invenção do PT?

O Censo é parte de uma política estruturante de Estado, não de governo. É pauta de país! Não de nenhum Presidente ou gestão. Sem estatística, tudo será manipulado, os números serão montados pela cabeça do próprio governo e só irá sair nos noticiários, aquilo que for de interesse do Excelentíssimo. Manipular a informação para criar suas verdades e perpetuar o projeto de poder. Isso faz parte do plano para o desmonte da soberania nacional. Loucuras que nem a Ditadura Civil-Militar ousou fazer.

Tentar tirar a credibilidade de uma instituição como o IBGE, para começar a operação esconde os dados de desemprego e econômico do governo é o caminho que se desenha. Quanto menos informação mais invenções. Bolsonaro e sua trupe, cumprem suas agendas rigorosamente. Quem acha que ele é louco, sem noção ou está perdido, afirmo: tudo fakenews!

<

Sua agenda cumpre exatamente aquilo que ele se propôs: destruir o Brasil! O caso do IBGE e do Censo 2020, deixa isso evidente. Um não retrato verdadeiro da realidade brasileira, deixa a porteira aberta para suas medidas sem embasamento, cortinas de fumaça e o fortalecimento da divisão ideológica. É isso que eles querem introduzir na cabeça de nossa gente. Não há preocupação com o desemprego, às condições sociais reais da população, o acesso à educação básica, acesso à saúde, moradia, saneamento básico, água, o quadro das pessoas com deficiência e nossa Amazônia! Os Censos trazem todas essas informações relevantes sobre as condições de sobrevivência da população pobre, que ainda é maioria absoluta no país. Tudo que eles não fazem questão de saber!

Como dizia o ex-presidente Itamar Franco: “Os números não mentem, mas os mentirosos fabricam números”. Neste momento, o Brasil precisa do Censo e espera que o governo tenha bom senso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here