Bem na pesquisa para governador do Rio de Janeiro do Instituto Paraná, onde chega a aparecer com 23,1% das intenções de voto, a deputada Martha Rocha parece que fez acender a luz dentro do PDT do Rio de Janeiro, o que pode tirar o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), com apenas 7%, da jogada. De acordo com João Paulo Saconi, do Jornal O Globo, o presidenciável Ciro Gomes tem como prioridade lançar um candidato ao governo do Rio de Janeiro em 2022, e que há dois poréns para ser Neves.

O primeiro é que o político está fazendo seu doutorado na Universidade de Coimbra, onde cumpre um estágio até dezembro, o afastando da pré-campanha. Apesar de estar participando, em seu tempo livre, de palestras onlines do PDT. Na segunda-feira, em transmissão a ala jovem, foi apresentado como “futuro governador do Rio“.

Mas a cúpula do partido tem olhado agora para o nome da delegada Martha Rocha. Antes cogitada para a Câmara, agora se tornou um nome ao alcance do olhar da cúpula do partido para concorrer no lugar de Neves, caso assim se decida.

2 COMENTÁRIOS

  1. Sinceramente, acho que o PDT deve pensar CONSTRUTIVAMENTE no FUTURO e por isso o RODRIGO NEVES, pela sua ÓTIMA GESTÃO na cidade de NITERÓI merece melhor ATENÇÃO dos ‘caciques’ do partido. Acho que
    a ‘Delegada’ Martha Rocha teve seus pontos fracos muito bem explorados na campanha à Prefeitura do Rio em 2020, além de ela ter todo o perfil parlamentar e não inspirar qualquer confiança no aspecto administrativo para o eleitor esclarecido e bom observador da política fluminense nos últimos anos. SE LIGUEM!!!

    • Isso é completamente incoerente com a pesquisa. Pelo menos, até agora, os números mostram o contrário. O Rodrigo pode ser ótimo, mas está prejudicado no quesito conhecimento e influência. Ter se candidatado à prefeitura em 2020 coloca a Martha numa posição que é pouco sensato arriscar o Neves. A não ser que as coisas mudem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui