Marcelo Crivella, candidato líder não encontra chapa Interessante esta pré-eleição fluminense, os dois candidatos que hoje venceriam para o Senado são os que tem mais problemas com os apoios para governador. Se o caso de Cesar Maia (DEM) parece resolvido, caso o PV não o queira, e prefira lançar a insossa Aspásia Camargo, PSDB e PPS deixam Gabeira (PV) e ficam com o DEM.

 

Já a situação do líder nas pesquisas e Senador pelo Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), parece mais preocupante. Apesar de toda bagagem de votos que tem, apoio de boa parte dos evangélicos, de uma emissora de Tv e do próprio presidente Lula, o bispo não consegue formar chapa para conseguir tempo de Tv, podendo ficar apenas com os poucos 20 segundos de seu partido, o PRB.

Dificilmente Sergio Cabral (PMDB) conseguiria atender a exigência de Lula e a solução seria tentar lança-lo como 3o candidato como informa a coluna Radar Online da Veja, tendo feito o questionamento ao TSE. A chapa do PMDB-PT já tem como candidatos Lindberg Farias (PT) e Jorge Picciani (PMDB), ambos indo mal nas pesquisas. Sobraria ainda a chapa do ex-governador Garotinho (PR) mas este tem o pastor Manoel Ferreira (PR) que não quer dividir os votos evangélicos com Crivella.

 

De acordo com Radar Online, se no questionamento do TSE for mantido que não se pode lançar mais que dois senadores, Crivella não tem plano B. Será então que ele viria a deputado federal? Certamente com seu poder eleitoral ia faz mais uns 2 ou 3 deputados.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui