Meteorito Santa Luzia | Foto: Divulgação

Neste fim de semana, a programação do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) vai estar repleta de meteoros. Crianças, jovens e adultos vão poder conhecer mais sobre o tema por meio de dois curtas-metragens e até mesmo tocar e fotografar o meteorito Santa Luzia de Goiás.

Neste sábado e neste domingo (16 e 17/01), a partir das 14h, o MAST irá abrir suas portas para um mergulho nas maravilhas do céu em um espaço imersivo do Centro de Visitantes. Com imagens projetadas em um ambiente virtual é possível conhecer um pouco sobre a história da Astronomia com efeitos visuais e sonoros.

Após essa aventura tecnológica, a dica é curtir a exposição Ressurgindo das Cinzas, realizada em parceria com o Museu Nacional, que exibe o segundo maior objeto espacial encontrado no Brasil, em frente à fachada principal do MAST. Pesando aproximadamente duas toneladas, o meteorito Santa Luzia de Goiás está acessível para apreciação dos visitantes. Além dele, também estarão disponíveis outras 38 peças do acervo, como uma adaga feita de ferro meteorítico e um grande painel que conta a história do famoso meteorito Bendegó, que, curiosamente, escapou das chamas que consumiram a instituição em setembro de 2018.

No sábado (16/01), a partir das 18h30, também tem Cinema no Gramado com a animação O Show da Luna ao ar livre. Em “O Rastro da Estrela”, Luna vê uma estrela cadente no céu e parte em sua busca. Mas, onde ela caiu e será que está acesa ou apagada? Para descobrir algumas respostas, a menina parte numa aventura e vai descobrir que estrelas cadentes não são exatamente “estrelas”.

Também haverá a exibição do curta-metragem Bombardeio Meteórico, que integra o Projeto VerCiência, ação que ajuda a promover a disseminação da cultura científica por meio das tecnologias audiovisuais. O filme traz a história real do meteoro Cheliabinsk – um asteroide de 7 mil toneladas – que riscou o céu da Sibéria em fevereiro de 2013. Sua queda danificou edifícios e feriu milhares de pessoas, e que segundo a NASA, explodiu com a força de 30 bombas atômicas. Os relatos de cientistas russos deixam a pergunta: estamos na mira desse bombardeio meteórico? Um fragmento do Cheliabinsk é um dos meteoritos expostos na mostra Ressurgindo das Cinzas, no MAST, numa das vitrines com o número 19.

A realização do Cinema no Gramado está sujeita a condições climáticas. Caso chova, a atividade acontecerá no Auditório do Prédio Ronaldo Mourão.

Já no domingo (17/01), além das exposições, o MAST oferece uma das atividades que mais faz sucesso com a criançada: o Planetário Digital. Também readequado aos procedimentos de segurança sanitária, a atividade foi adaptada para fora da cúpula e exibe as belezas celestes no Auditório do Prédio Ronaldo Mourão. Serão projetadas imagens que simulam o céu noturno e ensinam sobre os movimentos dos planetas e o deslocamento aparente das estrelas. A sessão vai acontecer às 16h e será conduzida por mediadores do MAST, que irão falar sobre as fases da Lua, as constelações, o ciclo dos dias e das noites, os planetas visíveis e as diferenças que ocorrem ao longo do tempo.

Serviço:
Museu de Astronomia e Ciências Afins – MAST
Rua General Bruce, 586 / Tel.: 3514-5299 e 3514-5229
Horários de visitação:
Terça a sexta – 09h às 17h
Sábados – 14h às 20h (a portaria fecha meia hora antes)
Domingos e feriados – 14h às 18h

FIM DE SEMANA NO MAST
SÁBADO 16/01
Visita à exposição Ressurgindo das Cinzas
Cinema no Gramado – às 18h30
Show da Luna – Episódio O Rastro da Estrela. Duração: 12 minutos
Projeto VerCiência – Filme Bombardeio Meteórico. Duração: 60 minutos

DOMINGO 17/01
Visita à exposição Ressurgindo das Cinzas
Sessão do Planetário Digital no Auditório do Prédio Ronaldo Mourão (18 lugares) – às 16h



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui