Foto: Reprodução Instagram

O cantor de funk MC Menor MR está sendo acusado de agredir uma jovem em um hotel de luxo, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O caso ocorreu na manhã da última quarta-feira (08/09). Segundo informações divulgadas pelo jornal O Dia, o artista, considerado um dos principais nomes do que se convencionou chamar de funk consciente, que aborda temas desafios da vida na periferia, foi parar na delegacia.

Tudo aconteceu quando MC Menor MR conheceu Laisa Ribeiro, na boate All Win, também na zona oeste carioca, e teria combinado em pagar R$ 800 para a jovem em troca dos dois fazerem sexo. Só que no quarto, já se encontravam três garotas de programa. Laisa, então, não aceitou ter qualquer tipo de relação enquanto não recebesse o que havia sido acordado. Ao proferir a frase ‘dinheiro na mão, calcinha no chão’, deixou o funkeiro bravo.

Segunda o BO, o rapaz se recusou a quitar o débito, visto que não desembolsou um real sequer com as outras meninas e pediu aos seus seguranças que colocassem Laisa pra fora do recinto, mas não sem antes vasculharem o celular da moça para ver se não havia nada comprometedor, como foto ou vídeo. Com a recusa em entregar o aparelho, veio a confusão.

Hualter (o nome de batismo de MC Menor MR) jogou um copo de água na jovem e a agrediu com um tapa no rosto. Ela se queixou de que, ao ser retirada do local, ficou sem a bolsa contendo RG, cartão bancário e outros pertences pessoais.

Ao Jornal O DIA, Laisa Ribeiro afirmou que até agora não conseguiu recuperar seus pertences, que foi ofendida e que não é prostituta.

Vi uma situação para ganhar um dinheiro, e ele não se conformou em ter que pagar porque disse que era artista, famoso“, argumentou.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui