MC Rapozão, em seu último post em uma rede social — Foto: Reprodução/Instagram

O Funkeiro Alexssandro da Fonseca, o MC Raposão, morreu na quarta-feira (04/08), aos 45 anos, em Vitória, no Espírito Santo. O artista compôs o fenômeno musical “Estrada da Posse”, ao lado do MC Coiote. O Hit embalou bailes e festas cariocas na década de 90.

Sem mencionar a causa da morte, a vereadora Veronica Costa (DEM), a Mãe Loira fez uma publicação no Instagram onde conta que esteve próxima ao MC e à família durante os últimos dias.

Que Deus conforte a família. Tentamos muito, estive em contato e ajudando todo o tempo. Que perda para o nosso movimento funk“, postou.

De acordo com informação do jornal Extra, Raposão estava internado em um hospital da capital capixaba desde 18 de julho. Ele tinha ido à cidade visitar a mãe, onde passou mal e acabou descobrindo um câncer no pâncreas, em estado avançado.

Ainda de acordo com o jornal, amigos organizaram uma vaquinha para ajudar o cantor a retornar ao Rio de Janeiro e custear o tratamento, mas ele não resistiu.

A clássica produtora Furacão 2000, que promoveu diversos ícones do funk carioca, fez um post em homenagem ao cantor.

A Furacão 2000 vem com muito pesar anunciar o falecimento do nosso Mc Raposão. Nosso inesquecível amigo, que entrou para a história do funk, agora está no céu. A [vereadora] Veronica Costa tomou a frente da situação assim que teve conhecimento do caso de saúde do Raposão e estava ajudando a família. Eles tentaram de tudo e infelizmente ele não resistiu. Ela tinha contato diário com a Mônica irmã e com o próprio Raposão antes do estado de saúde dele ficar mais grave. Que a massa funkeira se una em orações para que o Raposão descanse em paz! Deus está com ele agora“, diz a mensagem.

Relembre o hit “Estrada da Posse”, um dos maiores sucessos de todos os tempos d funk carioca:

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui