Foto: Reprodução/Internet

A população carioca está realmente preocupada com a possibilidade de contaminação pelo coronavírus. A procura por máscaras de proteção contra contágio de doenças aumentou consideravelmente no comércio do Rio de Janeiro nos últimos dias.

Farmácias e empresas voltadas à venda de produtos médicos, por exemplo, já têm uma busca ampliada pelas máscaras.

Apesar do alarde criado em torno do assunto, no Brasil ainda não há nenhuma confirmação de algum caso, e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) descartou a suspeita gerada em torno de um caso nesta quinta-feira (30/01).

Especializada em produtos médico-hospitalares, a loja MedShop, que possui no Rio de Janeiro 4 lojas físicas e uma virtual, confirma o número de vendas aumentado. Um dos modelos, por exemplo, que tinha uma média de venda de 150 unidades por mês, registrou a comercialização de mil unidades pela loja até quarta-feira (29/01).

Devido ao aumento da procura, o número possível de venda de unidades para cada cliente teve que ser limitado.

De acordo com Walace Rodrigues, responsável pela área de compras, até para as lojas especializadas há dificuldades em adquirir as máscaras.

”Vale a pena ressaltar que estamos com muitas dificuldades de encontrar essa máscara nos distribuidores, que estão priorizando os hospitais. Conseguimos mais mil unidades com previsão de chegar na próxima terça-feira (4). Infelizmente o valor de custo já subiu 50% em um de nossos distribuidores”, disse Walace.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui