Igreja da Penha, na Zona Norte do Rio, com Vila Cruzeiro ao fundo e sinal de fumaça após fogo ateado - Foto: Reprodução/TV Globo

Uma grande operação da Polícia Civil assustou os moradores da Zona Norte do Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (18/06). Os agentes ocuparam a Vila Cruzeiro, uma das principais favelas do Complexo da Penha, na tentativa de capturar criminosos relacionados a outros estados brasileiros, entre eles Mano Kaio, um dos chefes do tráfico do Comando Vermelho (CV) e mandante dos recentes ataques ocorridos em Manaus, no Amazonas.

Segundo informações do aplicativo ”Onde Tem Tiroteio”, muitos tiros podiam ser ouvidos na Rua Canitar, uma das principais do Complexo do Alemão, comunidade próxima à Vila Cruzeiro, por volta das 06h45. Por lá, os bandidos atearam fogo em barricadas numa tentativa de dificultar o acesso policial à comunidade.

No mesmo horário, helicópteros sobrevoavam a região do Sereno e Caixa D’Água, favelas também pertencentes ao Complexo da Penha. Ao todo, são 400 agentes envolvidos na ação no RJ.

Helicóptero sobrevoando região da Penha, na Zona Norte – Foto: Reprodução/TV Globo

Operação ”Coalizão pelo Bem

Vale ressaltar que a operação, intitulada de ”Coalizão pelo Bem”, também acontece no Pará, em São Paulo e no próprio Amazonas. Até às 08h25, vale ressaltar, 10 suspeitos já haviam sido presos, sendo 8 em Manaus e 2 em SP.

As investigações apontam um forte elo entre o grupo criminoso do Rio de Janeiro e seu braço no referido estado da região Norte, chamado de ”Comando Vermelho do Amazonas” (CVAM).

Os criminosos dos 2 grupos utilizavam sistema bancário e empresas de fachada para a remessa de valores do Rio para o Amazonas. Em cerca de 1 ano e meio, a quaddrilha arrecadou mais de R$ 126 milhões, de acordo com informações da Polícia Civil.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui