Novo teste de antígeno chega ao mercado

Em meio ao cenário de pandemia, nunca se falou tanto em testagem de doenças, especialmente a Covid-19, no Brasil e no mundo. O fato é que a cultura da testagem sentinela no Brasil ainda é baixa, mesmo já sendo comprovado que é uma prática importante para acompanhamento epidemiológico, controle da pandemia e reabertura econômica com segurança. Uma pesquisa recente da plataforma Our World In Data, ligada à Universidade de Oxford, e do Ministério da Saúde brasileiro chegou a revelar que entre os dez países com maior número de casos da covid-19 no mundo, o Brasil é o que fez menos testes por mil habitantes.   

Na América do Sul, o Brasil só fica à frente da Bolívia e do Equador no número de testes. Os dados consideram apenas os testes RT-PCR (os moleculares, considerados padrão ouro para o diagnóstico da doença) feitos pela rede pública de saúde. No entanto, demonstram que o país tem muito a evoluir e, nesse sentido, difundir novas formas de testagens seguras.  

Para contribuir com a evolução da cultura de testagens no país e o crescimento dos testes rápidos no Brasil, a MedLevensohn – empresa pioneira em comercialização de testes rápidos contra a Covid-19 no Brasil – saiu na frente e traz para o Brasil um novo teste qualitativo de antígeno que não causa desconforto para o indivíduo no momento do exame e nem desperdício para quem está oferecendo o serviço.

“O Brasil possui um enorme potencial para o crescimento das testagens em massa. Desde o início da pandemia percebemos que os testes de antígeno tradicionais causavam desconforto para quem precisa fazer uso deles com frequência para manutenção das atividades laborais, por exemplo. Desta forma, pesquisamos no mercado internacional um teste que fosse tão eficiente quanto, porém, mais confortável”, afirma José Marcos Szuster, CEO da MedLevensohn.  

Com sensibilidade de 97,1% e especificidade de 99,6%, o teste Flow Flex combina eficiência no diagnóstico qualitativo e mais conforto para o público no momento do exame. “É só colher amostras de swabs nasais ou secreções respiratórias na base rasa do nariz em indivíduos com suspeita da doença nos primeiros sete dias após os sinais e sintomas. Não causa incômodo, já que não há necessidade de realizar o teste colhendo amostras mais profundas da região nasal”, explica Ricardo Scaroni, diretor de Operações da MedLevensohn.

Este novo teste de antígeno também causa menos desperdício para quem oferece o serviço, como farmácias, laboratórios, hospitais, escolas e empresas. “Diferentes dos demais que eram comercializados em embalagens com 25 testes, o Flow Flex tem apresentação individualizada. Assim, é possível adquirir apenas a quantidade necessária para determinada ação ou demanda de testagem”, conta o Executivo.  

Outros benefícios comparados aos demais testes existentes no mercado são a detecção do vírus a partir do primeiro dia de manifestação de sinais e sintomas – possibilitando o isolamento do indivíduo logo no início da doença -, baixo custo, já que o teste é cerca de 20 vezes mais barato que RT-PCR, realização sem a necessidade de estrutura de laboratórios grandes, resultado entre 15 e 30 minutos e aplicação em qualquer faixa etária.

Balanço promissor: evento teste de lançamento do projeto Cidades Monitoradas registra menos de 1% de casos positivos para a Covid-19

A organização do projeto Cidades Monitoradas – que tem o objetivo promover o retorno gradual da economia no Rio de Janeiro a partir da testagem frequente de funcionários dos estabelecimentos da cidade contra a Covid-19 – divulgou o primeiro balanço do evento teste de lançamento do projeto, realizado em junho, no Restaurante Assador Rios, no Flamengo (RJ). 

Das 106 pessoas presentes no evento e que tiveram testes negativos para presença do coronavírus no organismo em no máximo dois dias antes do evento e no próprio dia através do MedTeste Coronavírus Antígeno AG, apenas uma – o que representa 0,9% do total – foi identificada com Covid-19 após novo teste 14 dias depois do lançamento. Esses indivíduos serão monitorados durante três meses.  

De acordo com José Marcos Stuzer, CEO da MedLevensohn – empresa pioneira em comercialização de testes contra a Covid-19 no Brasil e que lidera o Cidades Monitoradas em parceria com a Veus Saúde e com o apoio institucional do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (SETUR-RJ) –, os resultados reafirmam que a testagem sentinela nos estabelecimentos ajuda a monitorar precocemente casos da doença, evitando contaminação dos demais colaboradores e até mesmo do público. “O estudo comprova que estamos no caminho certo e que os eventos podem voltar a acontecer, desde que sigam todas os protocolos de prevenção e combate da Covid-19”, destaca o executivo.   

Os participantes, incluindo os secretários de Saúde e Turismo do Estado do Rio de Janeiro – Alexandre Chieppe e Gustavo Tutuca, respectivamente -, receberam um cartão com QR Code que contém todos os testes realizados até o momento. “A Veus possui uma plataforma própria que informa todos os testes realizados e seus resultados, garantindo monitoramento e mais segurança para todos”, afirma Marcelo Botelho, CEO da Veus Saúde.   

É válido lembrar que o encontro também seguiu todos os protocolos de saúde determinados pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, como: distanciamento social, uso obrigatório de máscaras e constante higienização das mãos.   

De Munique para o Brasil: Spaten, uma das primeiras puro malte do mundo e tradicional da Oktoberfest, chega ao país

Para quem gosta de cerveja e não abre mão de ter novas experiências, nada mais interessante do que se deparar nas prateleiras dos supermercados com uma marca com mais de 600 anos. Criada em 1397, a cervejaria Spaten chega mostrando que expertise, qualidade e sabor andam juntos para se manter sempre atual e surpreendente, seja em Munique ou, agora, no Brasil.

A Ambev apresenta aos brasileiros e brasileiras não apenas um dos rótulos mais tradicionais do mundo, mas uma puro malte diferente de todas as conhecidas no país. Do estilo Munich Helles, Spaten tem sabor forte, mas na medida capaz de conquistar não só quem não abre mão de uma cerveja marcante como também quem está acostumado com cervejas mais leves.

“A conexão com as pessoas nos incentiva a inovar em nosso portfólio e pra isso, intensificamos a troca de conhecimento com mestres cervejeiros do mundo todo. Estamos trazendo para o Brasil uma autoridade em cerveja. A Spaten é uma das cervejarias mais tradicionais da Alemanha, histórica, produzindo cervejas puro malte desde 1397, é a responsável pela criação do estilo de cerveja Munich Helles. Temos certeza de que os brasileiros vão se surpreender com essa experiência”, afirma Laura Aguiar, Head de Conhecimento e Cultura Cervejeira da Ambev. 

“Com Spaten queremos promover uma experiência diferente para as pessoas. A cerveja propõe uma imersão na cultura cervejeira de Munique por meio do paladar, com a qualidade e o sabor de uma puro malte da escola alemã, ideal para acompanhar o público em todos os momentos”, explica Joice Carvalho, gerente de Marketing da marca.

Para essa e outras histórias, siga meu Instagram @marketingeoutrashistorias

Renata Granchi é jornalista, publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV e TV Escola. Escreveu dois livros didáticos e atualmente presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade, como o canal de TV Like, Dom Produções Criativas, Audima, entre outras.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui