Foto: Divulgação

O lado mais cativante do Rio“. É assim que Camila Haik, autora de “Meu sonho me contou” define os cenários cariocas que compõe a narrativa do livro. A história, que surgiu de um sonho de Camila, é uma ficção com elementos reais, segundo a própria autora.

Sonhei com Miguel, o marinheiro, e acordei com vontade de escrever sobre o que eu tinha acabado de viver na minha imaginação. É uma ficção e nela eu trago elementos reais da minha vivência, como as poesias que estão no início de cada capítulo, os encontros com Joana, a psicóloga, e alguns pensamentos que já tive ao longo da vida. Há situações que acontecem no livro que eu pretendo tornar reais. Se eu pudesse definir, definiria ‘meu sonho me contou’ como uma autoficção, só que, acima de tudo, defino meu livro como um presente. Um presente para todas as Camilas que já fui e para todas que ainda serei“, contou.

Para Camila, a história se passar no Rio de Janeiro foi uma escolha óbvia. Ela contou que a cidade foi inspiração pelo mar: “O mar do Rio de Janeiro é a minha casa“, disse, e ressaltou que desde o sonho que trouxe a ideia da obra, o cenário já era uma praia carioca.

O Rio de Janeiro é o meu lar, foi nele que me tornei quem eu sou. Quando sonhei com a história, sonhei com as cenas acontecendo na praia de Grumari, na Zona Oeste. Foi nessa praia que eu cresci. O mar do Rio conta momentos incríveis… Há mergulhos que só o Rio de Janeiro é capaz de conhecer. Então, quando a história do livro começou a tomar forma, a cidade se materializou para mim. Era o único lugar possível, no momento. E assim eu fiz“, explicou.

Ao emprestar o nome para a protagonista de Meu sonho me contou, a escritora causa, de imediato, a impressão de que se trata de uma autobiografia. Na história, a protagonista é também uma escritora. Ela acaba de escrever um livro quando conhece Miguel e é surpreendida com um convite para passar alguns dias na casa dele – e aceita. O livro fala muito da autoestima e do autoamor, um tema que, para Camila, é muito importante de ser abordado.

A importância do tema está na importância do sentir. É essencial que a gente sinta autoamor, é essencial que a gente sinta que a nossa autoestima é fundamental para o nosso bem-estar. Sem ela, nada se concretiza. […] O “deixa remar”, que tanto falo no livro, vem exatamente daí. Da certeza de um amor bonito, talvez, mas principalmente da coragem de ser a nossa melhor versão. O medo existe para nos dar coragem. E precisamos deixar tudo fluir para entender e viver o sonho do nosso coração“, disse.

Ao prometer apresentar aos leitores o lado mais cativante do Rio, Camila despertou curiosidade em muitas pessoas. Segundo ela, será um lado do Rio de Janeiro que transmite paz: “Mostro um Rio que torna tudo mais bonito, aquele que, por maior que seja a dor, sempre vai estar disposto a se aventurar na nossa poesia. O mar é a poesia do Rio. E nada mais justo do que falar sobre esse lado da cidade ao contar o meu sonho para o mundo.

O livro está à venda na Uiclap e na Amazon. Confira a sinopse de “Meu sonho me contou”:

“Eu poderia te contar a minha história de uma só vez para você já entender o que aconteceu, mas, nesse caso, é melhor sentir pelo caminho. Sou escritora, estou na faixa dos 20 e muitos anos e sigo a vida de forma livre, independente, especial. Tenho o pé no chão, a cabeça nas nuvens e vivo em um constante equilíbrio entre a razão e a emoção. Te conto um conto sobre um sonho que tive, mais real do que muitos outros, e te faço conhecer uma parte da minha trajetória que foi e ainda é fundamental para o processo: Miguel. Marinheiro, que faz do mar a sua casa e que, se pudesse, viveria seus dias mergulhando em todas as ondas que existem. É simpático, gosta de agradar as pessoas e tem um coração que se apaixona por tudo o que vê. Parece aquela coisa de opostos complementares e é, de fato; a astrologia explica. Neste breve encontro que demonstro em alguns capítulos, você vai conhecer um lado meu que não costumo mostrar, só que, essencialmente, você vai conhecer um pouco mais sobre você. Este livro é um mergulho. Que você sinta e reme em busca do seu”.  

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui