Miss Brasil transsexual é presa no Rio acusada de dopar clientes durante programas

(Foto: Reprodução)

Uma transsexual acusada de roubo foi presa, neste domingo (28/11), por policiais civis da 16ª DP (Barra da Tijuca). Mikaelly Martinez, que possui o título de Miss Transex Brasil 2019, é investigada por aplicar diversos golpes conhecidos como “Boa Noite, Cinderela”. Contra ela foi cumprido um mandado de prisão.

De acordo com as investigações, a autora simulava conquistas por meio de suas redes sociais e atraia clientes para programas sexuais. Com a ajuda de uma comparsa, também transsexual e que era convidada para os programas, ela dopava a vítima, subtraía seus pertences e fazia transferências bancárias por meio do aplicativo de celular.

Mikaelly mora em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, e já esteve no Rio de Janeiro por duas vezes. Em ambas as ocasiões cometeu o mesmo crime. Segundo os agentes, a autora também responde por envolvimento em homicídio na cidade de Coxim, em Mato Grosso do Sul, e já respondeu por diversos roubos e golpes em São Paulo, Florianópolis e Balneário Camboriú.

1 COMENTÁRIO

  1. A questão é que MIKAELLY é um traveco e não há nenhum problema nisto, porém é também um tremendo bandido, inclusive com um 121 nas costas. Agora, MIKAELLY está no lugar certo: no xilindró. Fica uma dúvida: onde MIKAELLY vai cumprir sua pena? No presídio masculino ou no presídio feminino?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui