Foto: Reprodução redes sociais

Por meio de uma nota publicada no perfil do Instagram, a vereadora Monica Benicio (Psol) contestou a versão dada pela viúva de Adriano da Nóbrega, Júlia Mello Lotufo, sobre a morte de Marielle e Anderson. De acordo com a parlamentar, os advogados das famílias continuam sem acesso das investigações.

A viúva de Adriano da Nóbrega, fez um acordo de delação premiada com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). Na versão de Júlia Mello Lotufo, a ordem para a execução da vereadora teria sido determinada pelo comando da milícia da Gardênia Azul, região da Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Entretanto, os familiares de Marielle afirmam que a vereadora não tinha atuação política na região da Gardênia Azul. Além disse, Monica Benicio voltou a afirmar que as famílias de Marielle e Anderson não aceitam as interferências externas na condução da investigação.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui