Live do Monobloco | Foto: Divulgação

Com o distanciamento social imposto pela pandemia, o Carnaval de rua vai ter que esperar – afinal, é tempo de redobrar os cuidados e protocolos de segurança. Mas o Monobloco levará a alegria de seus desfiles à casa dos foliões, para que todos brinquem de forma segura no Carnaval 2021. Vai ser um arrastão de alegria, com direito a muitos repetecos. O Carnaval do Monobloco começa no dia 09/02 e termina no dia 13/02, com um desfile virtual que acontecerá na plataforma Cidade Alta RP.

No dia 09/02, haverá a estreia do canal oficial do Monobloco no Youtube. Na plataforma estarão disponíveis 10 videoclipes inéditos. Os vídeos foram gravados remotamente. Diretores e integrantes das baterias do Monobloco, além de convidados que participaram do Japão e de Portugal, gravaram temas que vinham sendo ensaiados nas oficinas de percussão do bloco, que seguiram acontecendo de forma remota durante a pandemia da Covid-19.

Já no dia 13/02, a partir das 20h30, o Monobloco vai animar foliões de todo o Brasil no primeiro carnaval gamer brasileiro. O evento acontecerá na plataforma Cidade Alta RP, que permite aos gamers interpretar personagens e vivenciar experiências sociais em diferentes ambientes virtuais.

Um time poderoso de canários – apelido que se dá aos cantores do bloco – se reveza nos vocais dos videoclipes. São eles: Pedro Luis, Renato Biguli, Pedro Quental, João Biano, Mariá Pinkusfeld, Igor, Thais Macedo e Gui Valença, além de Cachaça na guitarra, Carlos Chaves nos cavacos e os batuqueiros de ouro do Monobloco.

A plataforma contará ainda com trio elétrico, abadás, um circuito virtual de OOH, festa de abertura e encerramento, eventos, além da participação de 100 influenciadores que farão livestreaming nas principais plataformas de streaming para milhares de seguidores.

Celso Alvim, maestro das baterias e um dos fundadores do Monobloco conta como foi produzir o material: “Até para mantermos a conexão com os nossos batuqueiros e com o fazer musical, a gente adaptou emergencialmente as nossas oficinas para o formato online, pensando em construir alguns arranjos que desembocassem no carnaval virtual’.

O maestro também fala sobre a escolha do repertório: “Escolhemos músicas para cima, otimistas, que façam a gente olhar para o futuro com otimismo, com uma energia bacana, que é o que a gente precisa neste momento”, conclui Alvim.

Os 10 videoclipes foram integralmente concebidos, produzidos e editados pela equipe do Monobloco. Entre o repertório estão: não deixe o samba morrer, samba de arerê, muito obrigado axé, tá escrito, favela chegou/evoluiu entre outros. A transmissão do desfile virtual do Monobloco também acontecerá nas mídias sociais do bloco, dando a chance para que gamers e não gamers possam aproveitar a festa, ao mesmo tempo.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Vanessa Costa
Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui