Moradores das regiões das Zonas Oeste e Norte do Rio sofrem com falta d’água

Segundo a concessionária Iguá, as obras de instalação dos medidores de vazão na Praça Seca foram finalizadas nesta quinta, mas a normalização completa do sistema pode levar até 72h

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Fábio Caffé (Coordcom/UFRJ)

Na manhã desta sexta-feira (08/12), moradores de diversas comunidades das zonas Norte e Oeste do Rio ainda estão sendo impactados pela falta de água. Segundo a concessionária Iguá, as obras de instalação dos medidores de vazão na Praça Seca, na Zona Oeste, foram finalizadas nesta quinta (07/12), mas a normalização completa do sistema pode levar até 72h após o retorno do abastecimento.

São impactados pela falta d’água os seguintes locais: Avenida do Tenente, Avenida Dom Helder Câmara, altura do nº 9.000991 (rua Silvério, nº 79), Bairro Ouro Preto, Barão, Beco da Amizade, Beco Enedina, Belém-Belém, Caminho da Reta, Cardoso de Mesquita, nº 28, Comandante Luis Souto, Comunidade Santa Rosa, Condomí­nio Mandela, Conjunto Residencial Fernão Cardin, Engenheiro Alfredo Gonçalves, Fazenda da Bica, Fazenda Mato Alto, Fazendinha de Água Santa, Inácio Dias (RA – Méier), Jacarezinho, Jardim Piedade, Joaquim Méier, Malvinas, Monte Carmelo, Morro do Engenho da Rainha, Morro do Juca, Morro do Pau Ferro, Morro do Trajano, Morro do Urubu, Morro Inácio Dias, Outeiro (RA – Méier), Padre Manuel da Nóbrega, Parque Araruna, Parque Vila Nova, Pica Pau Amarelo, Praça Cândida Vargas, Rua Baleares, Rua Embiri, Rua Engenheiro Clóvis nº 304, Rua Jerônimo Pinto, nº 942, Rua Joaquim Martins, nº 378-Fundos, Rua José Felix de Mariz, Rua Lemos de Brito, Rua Luiz Beltrão, Rua Pereira de Figueiredo, nº 630, Rua Pereira Pinto, Rua Saçu, Rua São Lourenço, Rua São Marciano, Rua Urucuia, nº 570, Rua Venâncio Ribeiro, nº 475, Santos Titara, Serra do Padilha, Seu Pedro, Sociedade Beneficiente e Social Frei, Teixeira Bastos, Vila Campinho, Vila da Amizade, Vila Eugênia, Vila Operária Luiz Carlos Prestes e Vitória da Conquista.

Os bairros com abastecimento parcial atendidos pela Iguá são: Anil, Barra da Tijuca, Camorim, Cidade de Deus, Curicica, Freguesia (Jacarepaguá), Gardênia Azul, Grumari, Itanhangá, Jacarepaguá, Joá, Pechincha, Recreio dos Bandeirantes, Tanque, Taquara, Vargem Grande, Vargem Pequena e Praça Seca (parcial).

Além da área da Iguá, o abastecimento será retomado gradativamente em bairros atendidos pela concessionária Águas do Rio, impactados por uma das obras. São eles: Abolição, Água Santa, Bento Ribeiro, Cachambi, Campinho, Cascadura, Encantado, Engenho de Dentro, Marechal Hermes, Méier, Oswaldo Cruz, Piedade, Pilares, Praça Seca, Quintino Bocaiúva, Todos os Santos e Vila Valqueire. A informação foi divulgada pelo portal de notícias “g1”.

Advertisement

Leia também

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

‘Guadalupe’, ‘Lobo Júnior’, ‘Fiocruz’ e mais: confira os nomes das 20 estações do BRT Transbrasil

Segundo a Iguá, caso seja necessário, serão disponibilizados caminhões pipa para locais emergenciais como hospitais, clínicas e UPAs, entre outros. A concessionária reitera ainda a necessidade do uso consciente da água neste período e afirma que permanece à disposição dos clientes, por meio da Central de Atendimento no número 0800 400 0509 (telefone e WhatsApp). Clientes atendidos pela concessionária Águas do Rio podem entrar em contato pelo telefone 08001950195.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Moradores das regiões das Zonas Oeste e Norte do Rio sofrem com falta d'água

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui