A Câmara de Vereadores aprovou nesta quarta-feira (21/04), o PL 1442/2019, de autoria do vereador Dr. Marcos Paulo (Psol), que autoriza a entrada e permanência de animais domésticos em abrigos emergenciais, casas de passagem, albergues e centros de serviços públicos ou privados, que tenham contrato com a Prefeitura do Rio, e sejam destinados ao atendimento de pessoas em situação de rua.

O PL prevê que os abrigos ofereçam toda a estrutura para que a pessoa em situação de rua seja acompanhada pelo animal, incluindo a oferta de ração durante o período de permanência no abrigo.

Por questões afetivas e até de segurança, grande parte dos moradores em situação de rua vive com animais de estimação, que acabam se tornando membros de suas famílias. Além de combater o abandono de animais, a aprovação do projeto, repara um erro histórico do poder municipal. A lei seguirá para sanção do prefeito e deve entrar em vigor no mês de maio.

“Nosso mandato já visitou diversas instituições e, muitas vezes, a pessoa em situação de rua não permanece abrigada porque se recusa a abandonar o animal sob sua tutela e que é parte de sua família. É importante lembrar que quem vive nas ruas já perdeu vários, senão todos os vínculos. Respeitar essa relação do tutor com seu animal é o mínimo que se espera do poder público“, disse o vereador, que é membro da Comissão de Direitos dos Animais e fundador da Comissão de Saúde Animal da Câmara RJ.

Felipe Lucena

Felipe Lucena é jornalista, roteirista, redator, escritor, cronista. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em Curicica. Sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da cidade do Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui