Moradores do Centro apresentam expectativas positivas para os próximos meses de gestão da Prefeitura, mostra Instituto Rio21

Pesquisa de Avaliação da Gestão Municipal revela o sentimento da população do Centro do Rio quanto a administração da cidade

Pedestres atravessam a rua no Centro do Rio • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

Dando continuidade à apresentação dos dados da edição de julho da pesquisa de Avaliação da Gestão Municipal, realizada pelo Instituto Rio21 em parceria com o Diário do Rio, apresentamos algumas informações sobre o Centro do Rio de Janeiro.

Os indicadores relacionados diretamente à atuação da Prefeitura apresentaram melhora no Centro. O sentimento em relação à gestão, por exemplo, apresentou um acréscimo de 7,4%, e atualmente é a região da cidade mais otimista com o Governo Municipal:

A única zona da cidade que apresentou queda nesse indicador foi a Zona Sul: em março de 2022, 32,5% estavam otimistas ou muito otimistas em relação à gestão; hoje, esse percentual caiu para 28,1%.

Os números sobre a expectativa para os próximos 6 meses de gestão foram os que mais apresentaram crescimento, em especial no Centro, onde o aumento foi de praticamente 15%:

Interessante destacar que todas as regiões da cidade apresentaram aumento percentual em relação a esse indicador, mas a Zona Oeste registrou o menor crescimento: em março de 2022, 36,4% esperavam que os próximos 6 meses de gestão fossem ótimos ou bons. Em julho esse percentual é de 42,2%, um acréscimo de 5,8% em relação à edição anterior da pesquisa.

É fato que o Centro vem recebendo uma série de investimentos da atual Gestão Municipal, o que pode explicar o crescimento no percentual de moradores que estão mais otimistas em relação à Prefeitura ou que esperam que sua gestão seja boa ou ótima nos próximos meses.

No início do mês de julho, a Secretaria Municipal de Conservação finalizou a revitalização dos Arcos da Lapa, um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. A mesma Secretaria frequentemente divulga nas suas redes sociais atividades voltadas para a conservação da região, como é o caso da reparação de calçadas de pedra portuguesa. Além disso, a Prefeitura também lançou, no início de 2021, o plano Reviver Centro, com o objetivo de revitalizar essa zona da cidade incentivando a habitação da região.

Por outro lado, em comparação à pesquisa realizada em março de 2022, atualmente menos moradores do Centro afirmaram ser felizes ou muito felizes por serem cariocas. A queda foi de mais 11 pontos percentuais:

Apesar dessas ações da gestão, o sentimento de felicidade por ser carioca caiu entre março e julho deste ano no caso dos moradores do Centro. Verificaremos como a população dessa região perceberá as mudanças que estão por vir nessa zona da cidade através da próxima pesquisa de monitoramento. A edição está prevista para ser realizada no mês de outubro, dando continuidade a um ciclo de pesquisas periódicas que deverá perdurar até o final desta gestão.

Entre os dias 27 de junho e 4 de julho de 2022, o Instituto Rio21 ouviu 1340 moradores da capital de forma online.

Outras publicações a respeito da pesquisa podem ser acessadas nos links abaixo:

  • *Colaborou Felipe Lamarca
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui