Reprodução: Internet

Um Projeto de Lei que inclui no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19 motoristas e cobradores de ônibus foi aprovado na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) nesta quarta-feira, 17/02. A medida será encaminhada ao governador em exercício, Cláudio Castro, que terá 15 dias para vetar ou sancionar a proposta.

O PL 9.040/20, de autoria da deputada Martha Rocha (PDT), originalmente estabelece prioridades entre os profissionais de educação. Uma emenda proposta pelo deputado Subtenente Bernardo (PROS), e aprovada pela Casa passou a incluir os profissionais que trabalham nos ônibus.

Segundo o Projeto de Lei, devem ser imunizados primeiro na educação os profissionais que estão exercendo atividades presenciais nas escolas, seguidos pelos de grupo de risco e, depois, pelos que trabalham hoje remotamente. A medida prevê, ainda, que os profissionais que não forem vacinados poderão optar por atuar de forma on-line.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui